MV Agusta Rush 2021: No limbo da máxima performace

By on 23 Maio, 2021

Rush é o ponto de vista mais extremo da MV Agusta sobre o mundo. Rush é uma moto única e exclusiva, feita em apenas 300 unidades, que explora novos limites no design e desempenho, é uma ultra-naked que pede pressa (rush) para conhecê-la…

Como nos filmes de ação onde só os melhores agentes secretos conseguem descobrir o que vem dentro do dossier “Classified”, o fabricante de Schirama soube guardar o segredo de uma moto que nunca antes tinha atingido picos tão altos em termos de aspecto e nível dos seus acabamentos. A MV Agusta Rush está de volta em 2021 com atualizações que a tornam ainda mais desportiva, mas ao mesmo tempo mais segura e eficiente para utilizar na estrada. 

A MV Agusta introduziu a Rush 1000 no mercado em 2020. O modelo de edição limitada empregou o mesmo quadro treliça em tubo de aço e o mesmo motor ‘quatro em linha’ de 998 da Brutale 1000RR, mas acrescentou toques refinados tais como o farol redondo LED, secção traseira aparada, e a roda traseira em forma de disco. Agora a Rush 1000 está de volta, e para a segunda rodada de 2021, apresenta o motor adaptado ao Euro 5, mas refrinado com novos materiais e em outros aspectos com os seus 1000cc anunciar uns extremos 208 cavalos a 13.000 rpm!

No caminho da mudança, a MV introduziu uma nova temporização do eixo de cames para aumentar o binário na gama baixa e média, enquanto a adição de guias de válvulas revestidas com DLC também reduz o atrito e melhora a fiabilidade. Para ajudar a potência a chegar à roda traseira, os engenheiros reforçaram a transmissão de 6 velocidades e o revisto quickshifter ambém contribui para mudanças de marcha mais precisas, graças em parte a um novo sensor de mudanças.

Ao nível do quadro a MV deixa a estrutura de treliça Chromoly intacta, mas recalibra a suspensão totalmente ajustável da Ohlins para um melhor manuseamento e resposta. O sistema de travagem também reforça o pedigree da Rush 1000. À frente podem contar com as indiscutíveis por pinças Brembo Sylema assentes em discos duplos de 320 mm, com tubos em malha de aço, enquanto atrás existe um único disco de 220 mm. Até aqui não há muitas novidades, sendo sobretudo na eletrónica que a MV mais trabalhou, uma vez que é na actualização do software que podem encontra a maior diferença para o modelo anterior.

Equipada com uma IMU renovada, o controlo de tracção, o anti-wheelie que evita o erguer da roda dianteira em aceleração, o controlo de arranque e o cruise control da Rush estão mais sofisticados do que nunca. Juntamente com um novo módulo Continental, a IMU também adopta funções de curva para ABS. Ao centro do guiador, quase plano e com os espelhos nas extremidades, que nos deixa montados quase como numa cafe racer, existe um amplo TFT de 5,5 polegadas que ajuda o utilizador a gerir todas as ajudas de segurança e a compatibilidade com o My MV App que permite ajustar as definições remotamente.

A MV Agusta Rush será colocada à venda por 38.000 euros e, todas as 300 unidades virão com o kit de corridas MV Agusta. O pacote de acessórios inclui coberturas para o painel de instrumentos, banco do passageiro, e escape. Uma tampa de gás CNC, alavancas de controlo maquinadas, e protectores de travão e embraiagem equipam a Rush convenientemente para pista. A ECU SC-Project de corrida e escape, colocam esta ultra .naked ainda mais extrema, com uns alucinantes 212 cavalos de potência a 13.600 rpm.

Apesar do moniker de “corrida”, o kit inclui indicadores LED adicionais e uma cobertura de moto para aqueles que anda com esta preciosa MV na estrada. Cada Rush 1000 virá também com um certificado de autenticidade.

PVP: A partir de 38.600€

Mais informações AQUI

Apesar do moniker de “corrida”, o kit inclui indicadores LED adicionais e uma cobertura de moto para aqueles que anda com esta preciosa MV na estrada. Cada Rush 1000 virá também com um certificado de autenticidade.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments