Novas motorizações V4 estão em desenvolvimento na Ducati

By on 17 Agosto, 2018

 Os primeiros modelos a virem a adoptar os novos motores Ducati V4 serão as V4 “R” de WSBK e possívelmente também a Multistrada. O enorme sucesso que a Ducati 1103 Desmosedici Stradale V4 tem tido durante o ano de 2018 acelerou o processo de desenvolvimento de novas motorizações V4 .

O shift histórico que a Ducati fez ao passar dos tradicionais dois cilindros em V para uma configuração V4 tem tido um enorme sucesso graças sobretudo ao protagonismo conseguido pela Desmosedici Stradale pois é considerada por muitos  como a melhor moto actualmente do mercado .

Nesse sentido e para capitalizar nesse sucesso o CEO da Ducati Claudio Domenicale já declarou que a Ducati está a desenvolver novos motores menos potentes de configuração V4 para adaptar a outros modelos da gama Ducati e conseguir baixar assim custos de produção.

Este desenvolvimento tem vindo a ser realizado pela Ducati Corse, o mesmo departamento encarregado do Moto GP, sendo que os motores V4 vão passar a ser amplamente utilizados com perspectivas também de a marca conseguir recuperar o título de Campeã do Mundo de SBK . Nesse sentido a Ducati está a desenvolver também um motor especial com menos de 1000cc , a versão R , que irá atingir as 14.000 rpm e debitar ainda mais potência

O motor V4 a 90º terá uma configuração semelhante ao desenvolvido para o MotoGP, com os cilindros dianteiros colocados num angulo de 42º para trás de forma a que possa ser colocado um radiador de maiores dimensões que garanta um arrefecimento mais efectivo.

O objectivo da Ducati é o de desenvolver o motor de tal forma compacto e sofisticado na classe das motos de 1 litro que no curto prazo não dará qualquer hipótese à concorrência . Para além das “R’s” a Ducati pretende também avançar com uma motorização V4 mais civilizada para a gama Multistrada com motores dotados de maior longevidade e de custos de manutenção mais baixos.

No entanto os primeiros protótipos só estarão prontos para apresentação em 2020 pois tal como Domenicali referiu a Ducati quer estar absolutamente segura de que este é o caminho.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!