Novidades na MV Agusta para 2021-2022… Brutale RS, Turbo e Elefant

By on 25 Janeiro, 2021

Algumas novidades interessantes estão a ser preparadas em Varese, entre as quais uma Brutale 1000 RS ainda este ano, um novo motor 3 cilindros sobrealimentado com turbo, e o regresso da lendária Elefant do Dakar… sob o nome Elefant!

Já todos conhecemos. a beleza das motos vindas da região Lombarda, no norte de Itália, nomeadamente motos exclusivas como a Superveloce Alpine… no entanto, está para chegar uma revolução em termos de modelos e motores. Quem o disse? O CEO da MV Agusta que recentemente ‘abriu o livro’ sobre os novos modelos que aí veem, casos da Brutale 1000 RS e a entrada no mundo da motos de aventura, com o ressuscitar de uma plataforma inspirada na ‘dakariana’ Cagiva Elefant.  

O ano de 2020 passou um pouco agitado para o fabricante italiano, com operações interrompidas de março a setembro, e o fim prematuro da parceria com a Loncin em favor de uma nova aliança com a Qianjiang. Como isso mudou a situação e, acima de tudo, o que devemos esperar no que respeita aos novos produtos vindos de Varese?

BRUTALE 1000 RS

Ainda sem um modelo verdadeiramente novo, a primeira confirmação chega com uma nova variante da conhecida Brutal 1000 RR. Não será uma versão mais exclusiva, como a Rush 1000, mas sim uma moto mais acessível. A Brutale 1000 RS será apresenta como uma versão mais adaptada ao dia a dia, com um guiador diferente, menos carbono e suspensões mais flexíveis. O seu lançamento deve acontecer já este ano.

TURISMO DESPORTIVA E NOVO MOTOR TURBO

Para o restante, teremos que esperar até 2022. Nessa altura a MV Agusta deverá revelar a sua nova plataforma baseada num motor 3 cilindros de 950 cm3. O primeiro modelo a ser revelado será uma nova turismo desportiva, diferente da atual Turismo Veloce 800.

Rumor, que se diz estar próximo de acontecer é a utilização pelo fabricante italiano de um motor turbo, solução encontrada em Varese para enfrentar os rigorosos padrões antipoluição vão surgir com a entrada em vigor do Euro 5B em 2022. E a MV Agusta vai fazê-lo literalmente, uma vez que um motor turbinado já está em desenvolvimento. Será um três cilindros (necessariamente) com capacidade entre 700 e 800 cm3. No entanto, ainda não foi confirmada uma data pelo CEO russo Timur Sardarov: “A evolução do motor com turbo vai permitir uma menor capacidade do cilindro, entre 700 cm3 e 800 cm3. Seguiremos uma filosofia diferente e penso que isso vai ser muito importante na altura em que os novos regulamentos da Euro 5B entrarão em vigor. Vamos manter para os nossos clientes um certo sentido de performance no motor. Fazemos produtos mecânicos, mas agora há uma ênfase crescente na eletrificação, e a sensação é muito diferente da dos motores a combustão.”

Nos plano da marca está ainda um novo motor de três cilindros médios de  500-600cc, o qual está previsto para entrar no mercado em 2023 e que deve ser produzido na China.

UMA ELEFANT… MAS NÃO SOB A BANDEIRA DA MV AGUSTA

Para responder ao mercado em franca expansão na Europa das motos de aventura, também existe um plano em Varese, mas não sob a bandeira da MV Agusta. Sendo sabido que a marca comprou a Cagiva, esta pretende reviver a família da lendária Elefant que venceu por duas vezes o Paris-Dakar. Para este caso, Sardarov revelou que vão existir duas diferentes versões, uma de motor médio 500/600cc e outra com o tal motor turbo de três cilindros mas com 950cc. A Elefant da próxima geração não é esperada até o final de 2022, ou mesmo no primeiro trimestre de 2023, mas uma pré-apresentação poderá ocorrer antes dessas datas.

A nova adventure vai renascer sob a marca Elefant, tendo o responsável russo outros planos para a Cagiva, nome que deverá ressurgir no mercado ligado à mobilidade urbana e elétrica, tendo como primeiro produto – uma scooter animada por baterias!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments