Ray 7.7: Uma scooter premium com 150 km de autonomia

By on 17 Junho, 2022

O mercado de scooters elétricas segue em forte crescimento, sendo um dos fabricantes mais recentes a Ray Electric Motors, que para este verão terá como mais recente adição a Ray 7.7, uma scooter urbana equivalente a uma 125, adequada às licenças B e A1.

Fotos: Ray Electric Motors

A marca espanhola apresentou a Ray 7.7. com fortes credenciais para um leque vasto de utilizadores. O seu motor elétrico será capaz de chegar a um pico de 23 cavalos de potência máxima (14 cv nominais) e entregar 290 Nm de binário à roda traseira, valores que permitirão atingir a velocidade máxima de 125 km/h.

A Ray 7.7 conta com uma bateria de iões de lítio de 7,7 kWh (89 V, 87 Ah) para assegurar uma autonomia de 150 km em condições mistas, ou até 110 km de autonomia, a 100 km/h constantes. A bateria encontra-se associada a um carregador de bordo de 1,8 kW que permitirá o recarregamento em 4h20 numa tomada doméstica. Um carregador rápido de 3,3 kW e um conector Tipo 2 também estão disponíveis, mas por um custo adicional.

A sua base estrutural é um quadro tubular de aço, com bainhas dianteiras hidráulicos e amortecedores traseiros duplos de nitrogénio. A travagem é assegurada por pinças de pistão duplo de montagem axial e CBS (sistema de travagem combinada), com um disco de 260 mm à frente e de 220 mm atrás. O peso declarado de 165 kg a seco, é o maior contra, apesar do bom nível de equipamento.

O assento pode ser ajustado em três níveis de altura (entre 770 e 800 mm). A Ray 7.7 também oferece três modos de condução, marcha-atrás, tela TFT colorida de 5 polegadas, porta de carregamento USB, iluminação full LED e até um porta-malas iluminado sob o assento para acomodar um capacete integral. O aplicativo móvel dedicado, também adiciona uma função anti-furto com alarme e notificações assim que a scooter é movida.

Com um design moderno e equipamento muito completo, a Ray 7.7 está posicionada de forma bastante alta em termos de preço, pois esta scooter equivalente a uma 125 é vendido por 9.690 euros ou 9.890 euros (valores de Espanha), excluindo o bónus dependendo da cor, ou seja, acima do preço de uma Silence 01 mas com um pouco mais de potência e torque. O carregador rápido de 3,3 kW deve chegar aos 990 euros, o conector tipo 2 a 319 euros, o suporte e a top case a 139 euros e os punhos aquecidos a 229 euros no país vizinho.

Uma scooter elétrica, potente, bem equipada e com tudo o que precisamos para a deslocações rápidas em cidade, mas penalizadora para bolsas menos recheadas!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments