Yamaha regista a patente de uma revolucionária TMAX

By on 19 Julho, 2020

DEPOIS DAS TRICITY E NIKEN, NA YAMAHA ABRE-SE AGORA O HORIZONTE PARA UM NOVO PROJETO REVOLUCIONÁRIO DE TRÊS RODAS DA MAXI-SCOOTER TMAX, BASEADO NO TREM DIANTEIRO BRUDELI.

Há 20 anos, a Yamaha causou uma onda de surpresas no panorama motociclista quando lançou a maxi-scooter desportiva TMAX, qual compromisso entre a praticidade da scooter e o comportamento desportivo de uma moto. Depois de muitas evoluções, incluindo a última este ano com a mudança para 560 cm3, a scooter japonesa mais famosa do mundo poderá evoluir também para uma variante de três rodas.

Nos últimos cinco anos, a marca do diapasão lançou-se na produção de veículos de três rodas, primeiro com a muito urbana Tricity 125, depois com a incrível Niken baseada na MT-09, e finalmente com a nova Tricity 300.

Agora é sabido que o fabricante de Iwata dará sequência a esta saga, tendo procedido ao registo de uma patente nos Estados Unidos junto ao USPTO (Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos) sobre uma nova scooter de três rodas. O projeto ‘TriMax’ é uma sofisticada Trike!

O documento revela, assim, um modelo baseado numa estrutura com muitas semelhanças com a TMAX. Por outro lado, o sistema duplo da suspensão dianteira difere significativamente do sistema utilizado na Niken e Tricity, uma vez que é baseado no design Brudeli, uma empresa norueguesa que a Yamaha comprou a tecnologia há alguns anos atrás.

Deixe um comentário

1 Comentário em "Yamaha regista a patente de uma revolucionária TMAX"

Marcobra
Membro

Faço comentário com tudo o gosto qual é a ideia de colocar mais um roda, ou seja mais uma despesa para o pequeno que quer poupar em vez de 2 rodas agora tem 3 para trocar o preço não ajuda e de certeza que não hade ser barato