BMW patenteia novo travão de estacionamento

By on 18 Outubro, 2022

A BMW apresentou uma patente para um mecanismo simples e eficaz que atua no eixo de transmissão final como um travão, bloqueando a moto ao estacionar – útil em declives, superfícies irregulares e como solução anti-furto.

Há duas coisas que um motociclista mais teme depois de inserir o descanso lateral: que o chão ceda levando a moto a cair ou que a moto possa deslizar para a frente. Esta última possibilidade não deve ser descartada ao estacionar em declives e, para o evitar, várias motos touring como a Honda NT 1100, elétricas e algumas scooters (todas sem caixa tradicional) vêm munidas de um travão de parque para se estacionar de forma segura em terreno irregular.

Por outro lado, motos equipadas com caixa tradicional e pedal de mudanças ficam muito menos sujeitas a essa possibilidade de descair numa inclinação, uma vez que bastará engatar a primeira para ficarmos mais tranquilos. Contudo, no caso da moto ser uma Grande Turismo ou uma Cruiser majestosa com trezento e muitos quilos, colocar a primeira marcha pode não ser suficiente para tirar da cabeça todas as preocupações: nesses casos, um travão de estacionamento ligado ao sistema de transmissão, pode não só ser útil, como ainda eficaz para proteger a moto dos ‘amigos do alheio’.

A mais recente patente apresentada pela BMW foi feita a pensar nisso. É referente a um travão de estacionamento simples (mas à primeira vista muito eficaz) que atua sobre o cardã, aplicando-lhe um sistema de bloqueio, suficiente para impossibilitar a livre circulação da moto e, assim, não só a proteger de uma queda como de um roubo.

O princípio não é totalmente novo. A própria BMW em tempos antigos utilizou um travão de cardan como travão principal, enquanto o que é mostrado na patente é uma forma de evitar que um “empurrão” muito banal ou um estacionamento descuidado, possa  causar danos caros na moto. O dispositivo adaptaria-se facilmente à cruiser R18, que possui um cardan bem visível, mas certamente também seria fácil aplicá-lo aos cardans da R 1250 ou K 1600, talvez até com mecanismos de acionamento eletromecanicos. Uma coisa é certa: a ideia já mexe e pode vir em breve a surgir nos novos modelos da marca da Baviera.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments