Can-Am Origin e Pulse: Regresso elétrico às duas rodas em 2024

By on 10 Agosto, 2022

A empresa canadense BRP, atual proprietária da marca Can-Am, vai fazer o regresso ao mercado de duas rodas com a Origin e Pulse, duas motos elétricas que vão chegar em 2024 vocacionadas para diferentes usos.

As duas motos elétricas da Can-Am estão previstas para chegarem ao mercado em 2024 e destinam-se a clientes que procuram nelas utilizações muito diferentes. A Origin é uma moto elétrica desportiva para andar na estrada, mas também tem um forte caráter off-road. A Pulse é destinada a estradas pavimentadas, tornando -se um meio de transporte urbano para o dia a dia, proporcionando um conforto acrescido em relação a sua irmã. Embora não haja muitos pormenores sobre as suas especificações, ambas compartilham a mesma unidade motriz e parte das suas peças, assinalando o seu caráter elétrico com o amarelo fluorescente dos seus plásticos.

A empresa canadense produziu as suas primeiras motos nos anos 70 e 80 com modelos de motocross e off-road de duas rodas. A empresa faliu em 1987 antes de ser revivida pela Bombardier Recreational Products (BRP) em 2006, o que levou a marca ao cenário mundial, desta vez longe das duas rodas, tentando a sorte no mundo dos UTVs (Utility Task Vehicles) que compartilhavam um catálogo com ATVs de três ou quatro rodas dedicados ao lazer. No entanto, à medida que o mundo ia mudando para a eletrificação, a BRP anunciou o seu plano de reviver a Can-Am como fabricante de veículos elétricos de duas rodas, em março de 2022.

A mesma tecnologia para conceitos distintos

A Origin inspira-se na herança Track n’ Trail da Can-Am. É anunciada como um modelo ‘dual propose’ que oferece um novo nível de “exultação tanto no asfalto quanto nos trilhos”. A Pulse , por sua vez, é uma “moto ágil e equilibrada projetada para mergulhar os seus proprietários na energia da cidade e transformar as suas deslocações diárias numa viagem de prazer elétrica”.

A apresentação oficial não se aprofunda nas características técnicas destas duas motos, cuja informação é sobretudo estética e prática. Ambas possuem sistemas de iluminação LED, e um design marcado pelo seu caráter e utilidade e pelos detalhes em amarelo fluorescente. Em ambos os casos, muitos dos componentes de natureza decorativa são comuns, assim como a instrumentação e o software. Presumivelmente, embora mecanicamente compartilhem boa parte do desenvolvimento e da engenharia, as especificações irão variar de um modelo para outro, já que a sua finalidade é basicamente diferente.

Conforme anunciado pela empresa, as especificações finais serão publicadas dentro de um ano, em agosto de 2023. A BRP afirma que ambos os modelos são movidos pela tecnologia Rotax E-Power que promete “muita potência e alto binário de saída”, combinado com “altas velocidades dignas da estrada”. A empresa afirma que serão motos que podem ser facilmente conduzidas por qualquer pessoa, mesmo aqueles para quem esta é sua primeira experiência em duas rodas . “Os proprietários podem simplesmente girar o acelerador e ir embora, enquanto desfrutam de uma experiência quase silenciosa e sem vibração.”

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments