Condução segura – Como ultrapassar de moto

By on 6 Dezembro, 2020

ULTRAPASSAR OUTROS VEÍCULOS NA ESTRADA, QUANDO FEITO CORRETAMENTE, É UMA DAS MUITAS E VARIADAS MANEIRAS PELAS QUAIS NÓS, MOTOCICLISTAS, CONSEGUIMOS ECONOMIZAR TEMPO E CONTRIBUIR PARA MENOS CONGESTIONAMENTO NA ESTRADA. MAS FEITA INCORRETAMENTE ESSA MANOBRA, PODE TORNAR-SE PERIGOSA E ATÉ, OCASIONALMENTE, FAZER-NOS INCORRER NUM ATO ILEGAL.

PREPARAR A MANOBRA

Ao preparar uma ultrapassagem, deve ter em conta a velocidade do veículo que segue à sua frente assim como a estrada à sua frente, devendo ter sobre ela uma correcta visibilidade e a situação do trânsito mais próximo. Estar atento à velocidade do veículo à sua frente e manter uma distância de segurança para o mesmo, permite perceber se o mesmo vai reduziu drasticamente a velocidade para mudar de direção num cruzamento.

Observar com atenção a estrada também lhe traz benefícios, uma vez que pode haver à sua frente algum obstáculo que torne perigosa a manobra, incluindo passagens de peões (com linhas brancas que fazem perder aderência), relevos na estrada para reduzir velocidade, carros a vir em sentido contrário ou a sair de um cruzamento.   

Uma vez que estrada esteja desimpedida de qualquer destes obstáculos e tendo uma recta livre de tráfego em sentido contrário, pode então mover-se para junto da linha descontínua e preparar a passagem pelo lado esquerdo do veículo à sua frente em segurança. Ficando em posição de ver o que está à sua frente – e de ser visto pelo condutor da frente no seu espelho retrovisor – mude então de faixa e acelere progressivamente até efetuar a ultrapassagem. ações novamente.

Pense ainda que se fizer essa ultrapassagem a 80 km/h estará a percorrer aproximadamente 220 metros em apenas 10 segundos, e que muita coisa pode mudar durante esse tempo – e por isso recomendamos que leve sempre um ou dois dedos sobre a manete de travão para uma situação inesperada que surja pela frente: uma pequena fração de segundo pode ser preciosa e um levíssimo toque no travão pode tirá-lo de uma situação embaraçosa! Do mesmo modo, sobretudo em motos de pouca potência, um leve toque na manete de embraiagem pode gerar o impulso que precisará para se desviar de um obstáculo inesperado!

ULTRAPASSAR RÁPIDO E SEGURO

O tempo que gasta na faixa contrária da estrada é potencialmente a parte mais perigosa de todo o processo, e por isso é aconselhável passar aí o menor tempo possível. Para acertar essa parte, precisa de preparar a moto para a ultrapassagem. Para isso baixe uma ou duas marchas na caixa de velocidades, até que as rotações fiquem na parte mais volumosa do torque e da curva de potência (mas sem ficar a centímetros do red line) e, uma vez com a via ‘limpa’ à sua frente, prepare-se para sair em segurança da traseira do veículo à sua frente.

Verifique duas vezes que não há alguém vindo ao seu redor fazendo uma verificação no espelho da moto e ligue o pisca assim que tiver a certeza de que é seguro iniciar a ultrapassagem. Em seguida, saia de trás do carro e coloque-se no lado esquerdo da linha divisória da via assim que perceba que a ultrapassagem é 100% segura de se fazer. Chega então a hora de acelerar e contornar o veículo.

Sabemos que ler este texto pode tomar-lhe alguns minutos, mas todas as decisões para uma ultrapassagem são tomadas em segundos: observar o veículo da frente, verificar as condições de trânsito e possíveis obstáculos, preparar a moto e ultrapassar, pode acontecer em escassos 10-15 segundos!

O REGRESSO À VIA EM SEGURANÇA

Uma vez na frente do veículo que ultrapassou é hora de voltar rapidamente para a sua via. Para o fazer precisa de ganhar uma certa distància ao veículo que ficou atrás de si. Reduza progressivamente a aceleração, guine a moto ligeiramente para a direita e complete a reentrada na sua via logo que veja completamente a frente do veículo que ultrapassou nos seus espelhos retrovisores.

Ainda que muitas vezes os condutores de automóveis, erradamente não se apercebam da aproximação de uma moto, a sua manobra de ultrapassagem estará então consumada de forma segura para si, sem precisar de buzinar ou fazer sinais de luzes para o distraído automobilista. Também por isso, esta é uma manobra que deve ser feita de forma criteriosa, segura, mas rápida e com precisão meticulosa. Quanto maior for a sua experiência, mais facilmente – e por vezes de forma quase instintiva – vai realizar uma manobra de ultrapassagem, mas NUNCA esqueça de ligar o pisca, que será sempre o melhor aviso da sua intenção de passar o veículo da frente.

CINCO PASSOS PARA UMA ULTRAPASSAGEM SEGURA:

1 – Observação. Em primeiro lugar verifique o tráfego nos espelhos e, em seguida, olhe ao redor, certificando-se de quaisquer pontos cegos não observáveis nos espelhos.

2 – Sinal. Sinalizar a sua intenção informa os condutores atrás de si do que vai fazer, do veículo que segue à sua frente e dos condutores que circulam em sentido oposto ao seu.

3 – Manobra. Esta é a altura em que vai fazer uma mudança de direção e/ou velocidade.

4 – Posição. É o momento em que precisará de se posicionar perto do veículo da frente, mas nunca muito perto por forma a perder a sua visão adiante.

5 – Velocidade. Quanto mais tempo demorar a fazer uma ultrapassagem mais sujeito fica ao perigo. Certifique-se de que a sua moto tem a potência suficiente para ultrapassar rapidamente o veículo à sua frente.

QUANDO NÃO DEVEMOS ULTRAPASSAR:

– Quando a sinalização da estrada ou linhas brancas continuas o impedem

– Na aproximação de um cruzamento

Na aproximação de uma curva

– Quando um veículo se aproxima em sentido contrário

– Quando a visibilidade é muito reduzida

CINCO ERROS DE ULTRAPASSAGEM COMUNS:

1 – Não ficar calmo. Se não conseguir ultrapassar numa ocasião, surgirá sempre outra mais favorável.

2 – Iniciar a manobra muito atrás ou muito próximo do veículo da frente.

3 – Não fazer a manobra com a mudança certa para ter o impulso suficiente.

4 – Depois da ultrapassagem consumada ficar com o veículo que ultrapassou na sua sombra.

5 – Acelerar a moto demasiado rápido durante a ultrapassagem.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments