Ducati Multistrada V4 2021 – Combinado de sensações puras

By on 4 Novembro, 2020

MULTIFUNCIONAL, FÁCIL, LIGEIRA, POTENTE. ESTES SÃO OS 4 SENTIDOS DA MULTISTRADA V4 DE 2021, UMA MOTO QUE COMBINA O PRAZER DA CONDUÇÃO DESPORTIVA NO ASFALTO COM A PLENA SATISFAÇÃO E FACILIDADE DE CONDUÇÃO EM OFF-ROAD… 170 CV DE POTÊNCIA, 4 VERSÕES, ELECTRÓNICA SOFISTICADA NUMA MOTO MULTI-FUNCIONAL PARA TODOS OS TRAJECTOS.

A nova Multistrada V4 confirma e amplia o conceito de ‘quatro motos em uma’, introduzida pela Multistrada de 2010, a primeira a ter modos de condução depois da original de 2003.

A Multistrada V4 de 2021 cobre uma variedade de estados de alma. É “Sport” porque é leve e compacta, debita 170 cv, tem avançadas ajudas eletrónicas derivadas do MotoGP e uma ciclística que garante agilidade, para uma condução eficaz e emocionante em terreno misto.

É também “Touring” graças aos intervalos de manutenção de válvulas principais fixados a cada 60.000 km, à atenção obsessiva prestada ao conforto de condução, aos completamente novos sistemas de Radar dianteiro e traseiro, sistema cartográfico de navegação diretamente visualizável no ecrã do painel de instrumentos, bem como a iluminação ‘cornering’.

Tem ainda uma boa capacidade “Enduro”, graças à sua extraordinária capacidade em off-road, suspensões eletrónicas, entrega suave e relações de caixa, e por último é um modelo de carácter “Urban” devido a uma manobrabilidade sem precedentes a baixas velocidades, combinada com um sistema de conectividade de topo e conforto térmico. Como o significado do seu próprio nome tem a capacidade de dominar “Muitas Estradas”. Será isto ambição a mais?

Não, não é, e o seu histórico comprova-o. Após 18 anos e mais de 110.000 unidades produzidas desde o seu nascimento em 2003, a Multistrada evoluiu e expandiu constantemente a sua vocação. A primeira Multistrada foi desenhada como uma moto desportiva, patenteando um excelente binário e principalmente vocacionada para o uso em estrada. A versão de 2010 foi a primeira “quatro motos em uma”, sendo nomeadamente a primeira moto no mundo a contar com Riding Modes e que, comparativamente à versão de 2003, oferecia maior conforto tanto para o condutor como para o passageiro, melhor proteção aerodinâmica e prestações mais elevadas.

Em 2015 passou por uma atualização para melhorar a entrega de binário e foi equipada com o primeiro motor de comando variável de válvulas.

Quando a forma segue a função: Adventure e Dual Sport

A quarta geração da Multistrada fica ainda melhor nas prestações, mais fácil de conduzir, mais robusta e ultraleve, mais versátil e confortável… Na nova Multistrada V4 a forma segue a função, ou seja, o trabalho de design foi influenciado pela sua alma técnica: claro exemplo disso, a perfeita integração dos radares dianteiro e traseiro nas linhas da moto, e de tal modo que quase não damos pela sua presença. Perfeito.

As superfícies amplas foram trabalhadas segundo a aerodinâmica e as inovações da ciclística, num trabalho perfeito de equilíbrio das proporções e carácter compacto do corpo da moto entre eixos.

A ótica frontal contando com um sistema DRL inspirado no da Panigale. O depósito de 22 litros combina com a esguia secção traseira por forma a permitir uma posição ideal, mesmo quando conduzindo em pé nas aventuras em off-road. Uma vez mais, forma e função são os protagonistas nos meticulosos estudos de fluxos aerodinâmicos. Cada um dos elementos da zona frontal, desde a cúpula do para-brisas ao “bico”, e mesmo as entradas de ar, foram estudadas para assegurar ao condutor o máximo de conforto aerodinâmico e térmico. Mesmo os pequenos apêndices aerodinâmicos, que ajudam a desviar o calor das pernas do condutor, cumprem esta função.

O compacto V4 Granturismo

No centro da moto encontramos o motor, o seu coração. O novo motor V4 Granturismo é extremamente leve (66,7 kg) e muito compacto, sem rival na sua categoria, garantindo um funcionamento muito suave a baixas rotações, bem como uma curva de binário bastante linear.

O motor V4 Granturismo de 1158 cc disponibiliza 125 kW (170 cv) às 10.500 rpm e um binário máximo de 125 Nm (12,7 Kgm) às 8.750 rpm. A curva de binário assegura a máxima suavidade e progressão da entrega, mesmo com a moto totalmente carregada, concedendo sempre uma verdadeira resposta imediata ao acelerador. Para atingir este objetivo foi reservada uma grande atenção às curvas de binário dedicadas a cada mudança, de modo a obter sempre uma entrega fluida em baixas rotações, rica em binário nos médios regimes e com carácter desportivo e imparável em altas rotações.

Para além disto os engenheiros da Ducati também se concentraram nas relações de caixa. A primeira velocidade é mais curta, melhor q manobrar a velocidades extremamente baixas em cidade, arranques em subida mesmo com a carga máxima e em secções de off-road. As árvores de cames, assim como o funcionamento das válvulas seguem os conceitos das Ducati de MotoGP.

A sexta velocidade, por seu lado, resulta ideal para longas tiradas em autoestrada. Na Multistrada V4 o óleo só precisa de ser substituído a intervalos de 15.000 km, a verificação da folga das válvulas foi estendida para intervalos de 60.000 km. Uma enorme vantagem que permite poupar tempo e dinheiro!

Desenho e “Riding Modes

Nova, diferente mas inconfundível. Enquanto que a nova V4 é imediatamente reconhecível como uma Multistrada, também marca uma mudança de direção não só em termos de motor e tecnologia, mas igualmente em termos de design. O seu novo moptor V4 Granturismo, quadro monocoque, jante dianteira de 19’’, bem como a sua aparência elegante mas “dura”, adicionam uma perspetiva fora do comum no campo das maxi enduro. Enquanto que o seu design faz eco da primeira e icónica Multistrada (massas carregadas sobre a frente, secção traseira extremamente esguia e frontal ultra-compacta), a nova Multistrada V4 vai para lá das fronteiras, no ponto em que condutor, máquina e tecnologia criam um todo perfeito.

Os designers da Ducati focaram a sua meticulosa atenção nas linhas limpas e esguias. O design e a funcionalidade são perfeitamente combinados para oferecer uma suprema ergonomia. Isto significa que o condutor pode colocar os seus pés no chão mais facilmente graças ao assento estreito posicionado na área das pernas, tendo assim facilidade de movimentos quando parados. A Multistrada V4 não perde, pelo contrário acentua no design a linguagem da aventura e paixão pelas viagens de longa distância.

A nova Multistrada V4 eleva ao patamar seguinte um dos princípios fundamentais da Multistrada. Cada um dos seus quatro modos de condução (Sport, Touring, Urban, Enduro), não só é representada pelo carácter específico do motor e regulações, como também se define do ponto de vista do design. A Multistrada V4 vem com robustos painéis laterais para suportar a condução offroad.

Também é ágil para satisfazer os entusiastas mais desportivos, sem mencionar o facto que são disponibilizadas malas laterais com fixações integradas, pára-brisas com proteção extra e assentos confortáveis para enfrentar também longas etapas de aventura. Em resumo, esta é a Multi mais Multi de sempre.

O resultado foi alcançado transformando todos os elementos técnicos e funcionais em características de design. O trabalho dos designers também se focou em integrar perfeitamente cada um dos componentes da moto. Desde os radares dianteiro e traseiro aos apêndices aerodinâmicos, do para-brisas ao painel de instrumentos, dos comutadores dos punhos ao compartimento para guardar e carregar o smartphone: cada pormenor foi incorporado para dar vida a uma das motos mais avançadas tecnologicamente já construídas.

O painel de instrumentos reflete exatamente o novo conceito de performance e função por detrás da Multistrada. Painel amplo e legível, que nunca foi tão completo, inspirado pelos painéis aeronáuticos e contendo uma vasta quantidade de informação imediatamente legível e, desta forma, capaz de prevenir distrações enquanto se conduz.

Elementos estilísticos que tornam a nova V4 imediatamente reconhecível como uma Multistrada mantêm-se, começando pela dupla ótica. Embora agora conte com um novo design DRL, também cria uma forte sensação familiar com a Panigale V4, uma marca própria que torna cada inconfundível cada Ducati deste segmento. A forma vai ao encontro da função também na extensa pesquisa sobre fluxos aerodinâmicos. Cada um dos elementos da dianteira, do para-brisas Perspex ao “bico” e mesmo às ranhuras de ventilação, foi desenhado para assegurar ao condutor o excelente conforto térmico e aerodinâmico. Mesmo os pequenos apêndices aerodinâmicos que ajudam a afastar o calor das pernas do condutor cumprem esta função.

Mantendo-se fiel à filosofia Ducati, as linhas da nova Multistrada V4 surgem limpas e tensas, ao mesmo tempo que ganham aquele charme rude que uma maxi enduro deve apresentar. O seu toque apelativo é também sublinhado pelo subquadro traseiro “nu”, inspirado pelas motos profissionais de off-road. Isto revela uma vez mais uma imagem agressiva, no entanto, combinada com um foco particular na funcionalidade ao integrar as fixações para as malas laterais.

Eletrónica ao mais alto nível

No que respeita à eletrónica, a Multistrada V4 representa o pináculo no sector motociclístico. Isto é também verdade em termos de segurança, conforto, performance e características de conectividade. A plataforma inercial (IMU) gere a operação do ABS Cornering, Ducati Wheelie Control (DWC), Ducati Traction Control (DTC), aqui na versão “cornering”, e, na Multistrada V4 S, as Cornering Lights (DCL).

Outra característica de série na Multistrada V4 S é o Vehicle Hold Control (VHC), que torna os arranques mais fáceis, sobretudo em inclinações. Na Multistrada V4 S, a plataforma inercial também comunica com o sistema de semi-ativo Ducati Skyhook Suspension (DSS). Este último não só é capaz de analisar as condições de condução e ajustar o hidráulico da forquilha e do amortecedor instantaneamente, como – pela primeira vez – também integra a função de Autoleveling. Esta reconhece a carga sobre a moto e, de forma autónoma, ajusta as afinações e é disponibilizada para além das opções já disponíveis: apenas condutor, condutor com bagagem, condutor com passageiro ou condutor com passageiro e bagagem. O sistema de monitorização da pressão dos pneus também está disponível como opcional para a Multistrada V4.

Para melhorar ainda mais a experiência de condução do cliente, os técnicos da Ducati reviram completamente tanto a interface do utilizador como o grafismo do painel de instrumentos (agora multilinguístico), que na Multistrada V4 S conta com uma unidade de TFT regulável com 6,5 polegadas. Para além disto, na versão S foi adicionado um joystick ao grupo de comutadores do punho esquerdo, para assegurar uma navegação fácil através do novo e intuitivo menu.

Outras novas características incluem o sistema Ducati Connect, que permite, via Bluetooth e wi-fi, a função “espelho” da aplicação para smartphone no painel, e controlá-la através do joystick. Na secção superior do depósito foi obtido um compartimento, acessível através de uma pequena porta, no qual é possível guardar o smartphone e carregá-lo através de uma entrada USB.

Performante, confortável, intuitiva

A Multistrada V4 está equipada com um quadro monocoque em alumínio, jante dianteira de 19’’, duplo braço oscilante e está também disponível com jantes de raios. Tem uma distância entre eixos reduzida (1.567 mm), zona frontal desportiva, suspensões de longo curso (170 mm na frente e 180 mm atrás), distância livre ao solo de 220 mm e um peso a seco de 215 kg. Tudo isto permite à Multistrada V4 ser intuitiva e eficaz entre curvas como uma verdadeira Ducati e, ao mesmo tempo, ser fácil de conduzir e versátil em desafios tanto na estrada como fora dela. Por esta razão, com a Multistrada V4 cada viagem se transforma numa bela aventura, sempre ao alcance de todos.

A diversão na condução e um grande conforto são alcançados graças ao cuidadoso estudo por parte da Ducati da posição de condução. Comparativamente com os anteriores modelos Multistrada, agora o condutor é ainda mais o protagonista, com uma posição mais “dominante”. A secção central da moto é particularmente estreita e permite uma posição de condução ideal, mesmo ao conduzir de pé em secções de off-road.

A nova ergonomia também proporciona um sólido suporte quando o condutor coloca os seus pés no chão, para melhor manobra a moto quando esta se encontra estacionária. Por esta razão, durante a fase de projeto muita atenção foi dedicada a alcançar uma reduzida altura do assento, ajustável em duas posições, 840 mm e 860 mm (810 mm com assento baixo e 875 mm com o assento alto também estão disponíveis como acessórios). Este valor acrescentado é crucial, especialmente em manobras a baixa velocidade e mesmo quando totalmente carregada, também porque a Multistrada V4 pode carregar até 230 kg.

Para maximizar o conforto em viagens de longa distância em autoestrada, os engenheiros da Ducati focaram a sua atenção naquilo em que no mundo automotivo é designado como ‘Noise, Vibration, Harshness’ (NVH), literalmente ‘ruído, vibração, rudez’, que é basicamente uma medida do conforto disponibilizado pelo veículo quando conduzido. Um detalhado estudo aerodinâmico, também em túnel de vento, foi levado a cabo para o projeto Multistrada V4, de modo a obter a melhor proteção aerodinâmica:  oresultado é um para-brisas com uma bela silhueta, regulável em altura com apenas um dedo e combinado com dois defletores laterais.

Do formato dos protetores de mãos à proteção aerodinâmica geral, todos os aspetos foram estudados ao pormenor, tal como o som do motor, que resulta suave mas rico e caracterizado pela exclusiva banda sonora Ducati. O motor V4 Granturismo adota também a estratégia de desativar a bancada de cilindros traseira quando ao ralenti. Ao fazê-lo, quando a moto para num semáforo os cilindros traseiros são desativados (não existe combustão nestes cilindros), melhorando o conforto térmico para condutor e passageiro graças à redução da temperatura, bem como reduzindo o consumo.

Travagem Bosch-Brembo com ABS Cornering

A gama Multistrada V4 conta com o Ducati Safety Pack (DSP), que inclui o sistema de travagem Brembo com o Cornering ABS Bosch 10.3ME, ajustável em três níveis. O Cornering ABS faz uso da plataforma Bosch IMU (Unidade de Medição Inercial), que comunica em tempo real dados relativos aos ângulos de inclinação. Tudo isto para otimizar a potência de travagem dianteira e traseira em ambas as rodas, mesmo com a moto em ângulos de inclinação consideráveis e prevenindo assim lesões graves. Através da interação com os Riding Modes, o sistema fornece soluções livres comprometimentos seja qual for a situação ou condições de condução.

Graças ao processador de controlo do ABS, a Multistrada V4 faz uso de um sistema de travagem combinada, que é otimizado para os Riding Modes Urban e Touring mas tem um menor grau de intervenção no modo Sport, em que a travagem combinada é menos desejável. O sistema de travagem combinada aumenta a estabilidade ao utilizar quatro sensores de pressão para alocar a potência de travagem ideal entre a frente e a traseira.

Desenhada para melhorar o controlo do pneu traseiro durante travagens fortes, a deteção de elevação da roda traseira está totalmente ativa nos Riding Modes Urban e Touring. No modo Sport, o ABS é controlado enquanto que é desativado para uso no modo Enduro; o ABS pode também ser aplicado apenas à roda dianteira, como é o caso no modo Enduro, com o objetivo de permitir o bloqueio da roda traseira e deslizar na terra. O ABS pode também ser totalmente desligado a partir do painel de instrumentos no Riding Mode Enduro, e as definições podem ser guardadas e ativadas na próxima vez que ligar a moto. O sistema integra-se suavemente com os Ducati Riding Modes e conta com três níveis.

O nível 2 assegura o equilíbrio entre a frente e traseira, sem deteção da elevação da roda traseira, mas com a função Cornering ligada e calibrada para um estilo de condução desportivo. O nível 3 permite, nos Riding Modes Touring e Urban, a otimização da travagem combinada com uma elevação limitada da roda traseira para máxima segurança e performance, com a função Cornering ligada e calibrada para a máxima segurança. Finalmente, o nível 1 maximiza as prestações em off-road desativando a deteção de elevação da roda traseira e permitindo que esta bloqueie, com o ABS a ser aplicado apenas à frente.

O sistema de travagem dianteira na Multistrada V4 conta com pinças radiais Brembo monobloco com 4 pistões de 32 mm e duas pastilhas, uma bomba radial com manetes reguláveis e dois discos de 320 mm. Atrás, temos um disco único de 265 mm mordido por uma pinça flutuante, também Brembo. Este conjunto de componentes assegura uma performance de topo no panorama motorizado geral e representa uma reconhecida característica da Ducati. Na Multistrada V4 S o sistema de travagem faz pleno uso de discos de 330 mm à frente, combinados com pinças monobloco Brembo Stylema.

Suspensão

A Multistrada V4 conta com uma forquilha invertida com bainhas de 50 mm, totalmente regulável em pré-carga da mola, compressão e extensão. A traseira conta com um monoamortecedor Marzocchi. A Multistrada V4 S, por seu lado, está equipada com suspensões semi-ativas Marzocchi controladas pelo sistema Ducati Skyhook Suspension (DSS) Evolution. Este último também permite o ajuste da pré-carga e hidráulicos em compressão e extensão do amortecedor traseiro.

O ajuste refinado tem lugar instantaneamente e é integrado nos Riding Modes ou pode ser personalizado através do computador de bordo. O sistema semi-ativo comunica com os sensores para “ler” o estilo de condução bem como as condições da superfície da estrada e, continuamente, adapta as definições. Isto significa uma regulação perfeita em quaisquer condições, em estrada e também com a carga máxima.

Jantes e pneus

A Multistrada V4 e a V4 S contam com jantes de liga leve. Ambas estão equipadas com jante dianteira de 3.00 x 19’’ e traseira de 4.5 x 17’’, montando pneus Pirelli SCORPION™ Trail II 120/70-19” na frente e 170/60-17” atrás. A Multistrada V4 está também homologada para pneus Pirelli SCORPION ™ Rally e SCORPION ™ STR, 120/70-19” à frente e 170/60-17” atrás. A Multistrada V4 S é também disponibilizada com jantes de raios diretamente montadas na fábrica e disponíveis nas mesmas medidas que as jantes de liga leve.

Pacotes e extras

Ao apresentar a nova Multistrada V4, também disponível nas versões S e S Sport (ambas com jantes de raios como opcional), a Ducati pretende inovar até no procedimento de compra. O cliente será livre de encomendar a nova Multistrada V4 já equipada e embelezada com extras exclusivos, personalizando-a de acordo com o seu próprio estilo e necessidades. Em suma, a moto é diretamente construída na fábrica Ducati em Borgo Panigale já o equipamento solicitado, enquanto que os pacotes de acessórios continuam disponíveis nos Vendedores Autorizados Ducati.

Três níveis de equipamento

Multistrada V4

  • Cor
  • Ducati Red com jantes pretas
  • Principais características de série
  • Motor Ducati V4 Granturismo 1158 cc com verificação de válvulas a intervalos de 60.000 km
  • Quadro monocoque em alumínio, subquadro em tubo de aço e braço oscilante em alumínio
  • Suspensão mecânica Marzocchi com forquilha regulável, bainhas de 50 mm e monoamortecedor com configuração cantilever. 170 mm de curso à frente e 180 atrás
  • Pneus Pirelli SCORPION™ Trail II, 120/70-19” à frente e 170/60-17” na traseira
  • Sistema Cornering ABS Bosch-Brembo 10.3ME
  • Discos de travão dianteiros de 320 mm, pinças radiais Brembo M4.32 de 4 pistões
  • Ótica Full LED com sistema DRL
  • Painel de instrumentos com ecrã TFT de 5” com alta resolução, totalmente a cores
  • Ducati Multimedia System (DMS)
  • Unidade de Medição Inercial (IMU) Bosch
  • Power Mode
  • Riding Mode
  • Ducati Wheelie Control (DWC)
  • Ducati Traction Control (DTC) EVO

Multistrada V4 S

  • Cores
  • Ducati Red com jantes pretas e detalhe vermelho
  • Cinza Aviator Grey com jantes pretas e detalhe vermelho
  • Principal equipamento de série – como na Multistrada V4 exceto:
  • Sistema de suspensões eletrónicas semi-ativas Marzocchi Ducati Skyhook Suspension (DSS) Evolution com função Autoleveling. 170 mm de curso à frente e 180 mm atrás
  • Também disponível com jantes de liga leve ou jantes de raios
  • Discos de travão dianteiros de 330 mm com pinças radiais de 4 pistões Brembo Stylema
  • Ótica Full LED com sistema DRL e Ducati Cornering Lights (DCL)
  • Ignição Hands Free 
  • Painel de instrumentos TFT de 6,5” totalmente a cores
  • Ducati Connect com aplicação para smartphone de música e navegação 
  • Ducati Quick Shift (DQS) Up&Down
  • Cruise Control
  • Vehicle Hold Control (VHC)

Multistrada V4 S Sport

  • Cor
  • Decoração Sport com jantes pretas e detalhe vermelho
  • Principal equipamento de série – como na Multistrada V4 S exceto:
  • Silenciador homologado Akrapovič em fibra de carbono e titânio
  • Guarda-lamas dianteiro em fibra de carbono

Galeria de imagens

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments