Kawasaki quer tornar-se totalmente elétrica em 2035

By on 7 Outubro, 2021

A Kawasaki Heavy Industries tem em projeto converter todas as suas motos movidas a gasolina em elétricas até 2035. No entanto, é uma das poucas empresas que atualmente está a trabalhar num motor movido a hidrogénio.

Embora o mercado global tenha sido atingido pela Covid-19, há uma procura crescente por motos. Em parte, isto deve-se a que as duas rodas são vistas como o melhor meio de transporte urbano e facilitam pela sua natureza o distanciamento social.

Concept Ninja Electric apresentado no EICMA em 2019

Para colocar as coisas em movimento no que respeita ao futuro, Yasuhiko Hashimoto, presidente da KHI, revela que a empresa está aberta a estabelecer parcerias com outras empresas para fortalecer os esforços ambientais. “A atividade de lazer ao ar livre tornou-se popular durante a pandemia COVID. Fortaleceremos os nossos esforços ambientais com o foco nos estilos de vida pós-pandemia. Parcerias com outras empresas podem ser possíveis no futuro”, afirmou.

Um dos principais esforços da KHI, por meio de sua empresa spin-off de motos, a Kawasaki Motors Limited, é iniciar a introdução de uma gama elétrica. Embora ainda não se conheçam motos elétricas perto do produto final com o emblema Team Green, a Kawasaki tem nos seus planos lançar dez motos movidas a eletricidade até 2025. O objetivo principal é mudar totalmente para eletricidade, até 2035, no Japão, Europa, EUA, Canadá e Austrália.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments