“Melhor Moto 2020” – Conheça os vencedores!

By on 3 Fevereiro, 2021

A Moto+ levou a efeito uma nova iniciativa que faltava no mercado de motos em Portugal – a votação para a “Melhor Moto 2020”. Vamos então conhecer os resultados, de acordo com a votação dos leitores.

Esta primeira iniciativa a nível nacional, permitiu dar voz a todo o público português, que fez a sua escolha, de acordo com as suas preferências nos principais modelos lançados em Portugal durante o ano de 2020 (de Outubro 2019 a 30 de Setembro 2020).

A redação do Moto+/Motosport escolheu os modelos nomeados, que posteriormente foram sujeitos a votação em cada uma das 12 categorias. A votação decorreu online, entre os dias 21 Dezembro a 8 Janeiro, e o formulário para cada leitor fazer as suas escolhas esteve disponível nos sites Moto+ e Motosport. Ao todo, a Moto+ levou a concurso 50 motos candidatas ao título de “Melhor Moto 2020”.  As categorias a concurso foram as seguintes: 125 / Scooter 125 / Scooter + de 125 / Adventure / Cruiser / Desportiva / Eléctrica / Hyper Naked / Naked / Retro / Sport Touring / Touring.

Resultados da votação dos leitores:

MELHOR MOTO 2020

HONDA CRF1100L AFRICA TWIN ADVENTURE SPORTS

(VENCEDORA ABSOLUTA)

No concurso de Melhor Moto 2020, o modelo que recolheu maior percentagem de votos entre os leitores pertenceu à categoria de motos Adventure: a Honda CRF 1100L África Twin Adventure Sports.

Tendo aumentado a capacidade do motor bicilíndrico paralelo para 1084cc, a África Twin ADV Sports 1100 viu também subir os seus valores de potência e binário, reforçando a sua eletrónica com uma IMU de 6 eixos e recebendo várias atualizações a nível das respetivas ajudas.

Adotou ainda um novo braço oscilante, mais leve e resistente, assim como um deposito e assento mais estreitos para melhorar a manobrabilidade em terrenos difíceis. A versão Adventure Sports 1100 passou ainda a contar com uma capacidade de combustível aumentada para 24,8 litros, com cornering lights e um écran ajustável.

A rainha do deserto, como desde sempre foi apelidada, ficou mais jovem que nunca com um aumento de cilindrada de 998 para 1084 cm3, tendo ainda o seu motor sido adaptado ao Euro 5 sem perder nenhum do seu temperamento. Pelo, contrário até aumentou em 7% o seu pico potência.

A AFRICA TWIN ADVENTURE SPORTS É PERFEITA PARA GRANDES VIAGENS E INCURSÕES OFFROAD APRESENTANDO UM PODEROSO MOTOR E ELETRÓNICA DE ÚLTIMA GERAÇÃO

FICHA TÉCNICA

MOTOR BICILÍNDRICO PARALELO, 8 VÁLVULAS ARREFECIMENTO LÍQUIDO CILINDRADA 1 084 CC POTÊNCIA MÁXIMA 75 KW (102 CV ÀS 7.500 RPM BINÁRIO MÁXIMO 105 NM ÀS 6.250 RPM DEPÓSITO 18,8 L EMISSÕES DE CO2 112 G/KM MT 110 G/KM DCT CONSUMOS 4,9 L/100 KM (20,4 KM/L) MT 4,8 L/100 KM (20,8 KM/L) CAIXA MANUAL DE 6 VELOCIDADES (CAIXA DCT DE 6 VELOCIDADES) PESO EM ORDEM DE MARCHA 226 KG (DCT 236 KG) PREÇO 18.050€ (VERSÃO SEM DCT)

VENCEDORAS POR SEGMENTOS

YAMAHA XMAX 125 TECH MAX

Inspirada na irmã mais velha TMAX, a sua estética e qualidade de acabamentos são aprimoradas nesta linha de equipamento Tech Max, agora com suspensões melhoradas, ABS e Controlo de Tração (TCS). A sua capacidade motriz e boa estabilidade a velocidades mais elevadas continuam referência no segmento. O sistema smart-key da Yamaha é uma mais valia para o conforto no seu manuseamento.

PREÇO: 4 995€ (VERSÃO STANDARD); POTÊNCIA: 14 CV; PESO: 175 KG

CONCORRENTES: HONDA SH 125i (PREÇO: 3 990€, POTÊNCIA: 13CV); KEEWAY VIESTE (PREÇO: 2 390€ ; POTÊNCIA: 10,5CV); KYMCO AGILITY CITY 125 EVOLUTION (PREÇO: 2 299€ ; POTÊNCIA: 9CV)

YAMAHA TMAX TECH MAX

A TMAX Tech MAX 560 é a scooter desportiva de especificação mais elevada da Yamaha, concebida para proporcionar uma condução mais dinâmica, emocionante, e neste caso com uma dose bastante alta de desportivismo. Houve para 2020 upgrades importantes nos componentes eletrónicos, tornando-a cada vez mais numa referência da sua classe. A maxi scooter que marcou e continua a marcar pontos com toda a qualidade Yamaha.

PREÇO: 13 760€; POTÊNCIA: 47CV; PESO: 220 KG

CONCORRENTES: BMW C650 SPORT (PREÇO: 11 859€; POTÊNCIA: 60CV); KYMCO AK550 (9 999€; 52CV); YAMAHA TRICITY 300 (8 195€; 28CV)

YAMAHA MT-125

Dentro da gama hyper-naked da Yamaha, a MT-125 é o modelo de entrada do Dark Side of Japan. Para 2020 surgiu com alterações profundas, tanto a nível estético como ciclístico. Novo motor com actuação variável de válvulas, embraiagem assistida e deslizante assim como novo quadro Deltabox e braço oscilante em alumínio. Novas suspensões e travagem completam um pacote dinâmico desportivo, acompanhado pela iluminação frontal que irá definir toda a linha MT. Uma máquina que representa a qualidade da marca, a MT 125 continuará uma caminhada de sucesso.

PREÇO: 4 995€; POTÊNCIA: 15CV; PESO: 140 KG

CONCORRENTES: BULLIT BLUROC 125 (PREÇO: 2 299€; POTÊNCIA: 11,6 CV); MITT SCRAMBLER 125 (PREÇO: 3130€; POTÊNCIA: 12,7 CV)

TRIUMPH STREET TRIPLE RS

A Triumph Street Triple 765 RS é uma moto muito divertida de conduzir, de enorme agilidade e precisão, com uma ciclística de topo com componentes de altíssima qualidade. O seu motor tricilíndrico com uma personalidade muito própria passou a contar com um maior binário nos médios regimes e uma caixa muito precisa com caixa que integra Quickshift de origem bidirecional. Para além de uma sonoridade única que se destaca das suas concorrentes e faz da Triumph uma moto muito exclusiva, é já parte integrante da história recente de sucesso que a marca tem alcançado. Tem componentes de travagem e suspensão de topo, fazendo desta moto uma séria candidata a uma experiência em pista para explorar todas as suas potencialidades.

PREÇO: 12 750€; POTÊNCIA: 123 CV; PESO: 166 KG

CONCORRENTES: BMW F 900 R (PREÇO: 8 925€; POTÊNCIA: 105 CV); KTM 890 DUKE R (PREÇO: 12 499 € ; POTÊNCIA: 119 CV); MV AGUSTA BRUTALE 800 RR SCS (PREÇO: 19 490 € ; POTÊNCIA: 140 CV); KAWASAKI Z900 (PREÇO: 10 395 €; POTÊNCIA: 125 CV)

DUCATI STREETFIGHTER V4 S

Com a chegada do V4 às superdesportivas da marca de Bolonha, foi com grande expectativa que a Ducati criou a Streetfighter. Com a fasquia de potência a passar a barreira dos 200 cv, repleta de eletrónica (nesta versão S com Ohlins semi-activas e travões Brembo Stylema) e sendo a primeira naked a utilizar apêndices aerodinâmicos (as chamadas asas), a sua facilidade de utilização e comportamento muito civilizado, surpreendeu todos aqueles que esperavam um monstro inigualável. A sua qualidade de construção, exclusividade e design inconfundível fazem dela um objeto de desejo.

PREÇO: 23 545€; POTÊNCIA: 208 CV; PESO: 178 KG)

CONCORRENTES: APRILIA TUONO V4 1100 FACTORY (PREÇO: 18 874€; POTÊNCIA: 175CV); KTM 1290 SUPER DUKE R (PREÇO: 19 943€ ; POTÊNCIA: 177 CV); KAWASAKI Z H2 (PREÇO: 18 390€; POTÊNCIA: 200 CV)

TRIUMPH THRUXTON RS

A marca britânica fez um upgrade desportivo num dos seus modelos com mais carácter. A Thruxton surge para 2020 nesta versão RS com um motor revisto nos seus componentes internos e na admissão, permitindo um aumento de potência e binário, o seu peso foi reduzido, a travagem recorre agora aos Brembo M50 e monta pneus vincadamente desportivos. A eletrónica foi atualizada para corresponder ao aumento de performance. A Triumph Thruxton RS está mais exclusiva, com pormenores estéticos distintos e ainda mais rápida. 

PREÇO: 17 100€ ; POTÊNCIA: 105 CV; PESO: 197 KG

CONCORRENTES: SUZUKI KATANA (PREÇO: 13 999€; POTÊNCIA: 147 CV); KAWASAKI W800 (PREÇO: 10 650 € ; POTÊNCIA: 48 CV); MV AGUSTA SUPER VELOCE 800 (PREÇO: 19 900 € ; POTÊNCIA: 148 CV); BENELLI IMPERIALE 400 (PREÇO: 3 970 € ; POTÊNCIA: 20,4 CV)

BMW R 18

Descendendo da mítica R5, a BMW R18 brinda ao sucesso dos motores Boxer da casa bávara. Com 1800cc (o maior alguma vez produzido), linhas intemporais, e uma qualidade de construção irrepreensível, esta nova moto marca o regresso da BMW ao segmento das cruiser. Altamente costumizável e com certeza a base perfeita para outras derivações, o seu carisma gira à volta do seu motor e do seu legado histórico. A R18 é uma máquina cheia de pormenor na certeza de que o prazer não acaba quando desligamos a chave.

PREÇO: 23 626€; BINÁRIO: 158 NM; PESO: 345 KG

CONCORRENTES: TRIUMPH ROCKET 3 (PREÇO: 21 900€; BINÁRIO: 221 NM); HARLEY DAVIDSON ROAD GLIDE LIMITED (PREÇO: 30 400€; BINÁRIO: 164 NM); INDIAN CHALLENGER (PREÇO: 30 890€; BINÁRIO: 178 NM); HARLEY DAVIDSON LOW RIDER S (PREÇO: 20 000€ ; BINÁRIO: 155 NM)

BMW R1250 RS

Com a nova BMW R 1250 RS podemos gozar a estrada em cada viagem. Os incríveis 143 Nm de binário e os 136 cv (100 kW) do novo motor Boxer fazem as delícias dos condutores em estradas reviradas. A inovadora tecnologia BMW ShiftCam disponibiliza mais binário e uma elasticidade impressionante em toda a faixa de rotação. O novo desenho da frente apresenta o farol de LED integral com uma imagem nova e desportiva, enfrentando o vento de forma aerodinâmica. Assim, é fácil conduzi-la depressa e confortavelmente, em qualquer situação. Com este novo modelo a BMW adiciona prazer de condução a cada metro percorrido.

PREÇO: 15 749€; POTÊNCIA: 134 CV; PESO: 243 KG

CONCORRENTES: BMW F900 XR (PREÇO: 11 700€; POTÊNCIA: 105 CV); YAMAHA TRACER 700 (PREÇO: 8 700 € ; POTÊNCIA: 74 CV); KAWASAKI VERSYS 1000 SE (PREÇO: 18 195€; POTÊNCIA: 120 CV); KAWASAKI NINJA 1000 SX PERFORMANCE TOURER (PREÇO: 16 390€; POTÊNCIA: 142 CV)

DUCATI MULTISTRADA 1260S GRAND TOUR

O já conhecido modelo turístico desportivo da casa de Bolonha, mas com upgrades importantes para viagens com mais conforto. Jantes de 17 polegadas e proteção aerodinâmica mais vincada nesta versão preparada para longas viagens. Acrescenta-se um assento especial mais confortável e ergonómico, punhos aquecidos, e faróis adicionais de tecnologia LED. Também de série na Multistrada 1260 S Grand Tour é o Vehicle Hold Control (VHC) e o sistema de suspensão semi-ativa Ducati Skyhook Suspension (DSS).

PREÇO: 22 845€; POTÊNCIA: 158 CV; PESO: 215 KG

CONCORRENTES: BMW S1000 XR (PREÇO: 17 995 € ; POTÊNCIA: 165 CV); KAWASAKI NINJA H2 SX SE PERFORMANCE TOURER (PREÇO: 29 495 € ; POTÊNCIA: 200 CV)

HONDA CRF 1000 L AFRICA TWIN ADVENTURE SPORTS

PREÇO: 18 050€; POTÊNCIA: 102 CV; PESO: 226 KG

CONCORRENTES: KTM 390 ADVENTURE (PREÇO: 6 743 €; POTÊNCIA: 44 CV); TRIUMPH TIGER 900 RALLY PRO (PREÇO: 15 800 €; POTÊNCIA: 95,2 CV); SUZUKI VSTROM 1050 XT (PREÇO: 14 999 € ; POTÊNCIA: 107 CV); KTM 790 ADVENTURE R RALLY (PREÇO: 21.704€; POTÊNCIA: 95 CV)

DUCATI PANIGALE V4 S

A Panigale V4 ganhou asas para 2020 à semelhança do exclusivo modelo R, e continua linda. O pacote de eletrónica que equipa a Panigale V4 também evoluiu e inclui agora a mais recente geração do Ducati Traction Control, DTC EVO 3, com uma estratégia derivada da Ducati Corse. O motor Desmosedici Stradale de 1.103 cc continua a disponibilizar muita potência e torque desde os mais baixos regimes tornando-a numa polivalente superdesportiva para estrada agora em 2020 com novos mapas de motor. Continua de parabéns a casa de Borgo Panigale.

PREÇO: 24 245€; POTÊNCIA: 214 CV; PESO: 175 KG

CONCORRENTES: APRILIA RS660 (PREÇO: 11 650 € ; POTÊNCIA: 100 CV); BMW M1000 RR (PREÇO: 34 000€ ; POTÊNCIA: 212 CV); HONDA CBR1000RR-R FIREBLADE SP (PREÇO: 26 200€; POTÊNCIA: 217 CV); YAMAHA YZF-R1 (PREÇO: 19 895 € ; POTÊNCIA: 200 CV)

HARLEY-DAVIDSON LIVEWIRE

Poucos poderiam adivinhar que a primeira grande construtora a apostar na produção de uma moto elétrica à escala planetária seria a Harley Davidson. Uma marca forjada no aço. O seu motor é um poço de força instantânea que, abraçado pelo quadro em alumínio, é colocado longitudinalmente para favorecer um baixo centro de gravidade. A Livewire comporta-se como uma naked desportiva, e até o seu som característico puxa por um novo entusiasmo, onde as prestações correspondem. Com 235km de autonomia em ambiente urbano, a Harley Davidson Livewire é a prova de que o futuro já chegou às grandes marcas. E até já levou viajantes famosos a subir as Américas!

PREÇO: Sob Consulta; BINÁRIO: 117NM; PESO: 251 KG

CONCORRENTES: ENERGICA EVA RIBELLE (PREÇO: SOB CONSULTA; BINÁRIO: 215NM); ZERO SR/S (PREÇO: SOB CONSULTA; BINÁRIO: 190 NM)

A “MOTO MAIS” AGRADECE O APOIO DA ELF LUBRIFICANTES, GIVI E IXON

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments