MV Agusta Brutale 1000 RR 2021: A melhor soprana!

By on 10 Junho, 2021

Depois dos motores 800cc, a MV Agusta também traz o tetracilíndrico 1000 da Brutale para o futuro sobre a barreira do Euro 5. Canta e encanta, como os melhores sopranos de Itália…

A MV Agusta Brutale 1000 RR ainda conta como um novo desenvolvimento recente, portanto, não seria de esperar nenhuma intervenção de longo alcance, ou sequer  necessária para o novo modelo do ano 2021, mas que teria de ter a obrigatória homologação Euro 5. No entanto, o trabalho manual foi feito aqui e ali em Varese, com muitas das nova medidas a coincidir basicamente com as já aplicadas nas Brutale 800.

Totalmente projetado em torno da estrutura de treliça tubular em aço cromo-molibdénio, o motor de 4 cilindros com 208 cv foi revisto em alguns aspectos

Motor com menos atrito

Para reduzir as perdas por atrito no motor, as touches e as guias das válvulas no cabeçote do cilindro são revestidos com DLC (carbono tipo diamante). Além disso, o acionamento principal foi redefinido. As referidas touches são acionados por novas árvores de cames com temporização alterada e, além disso, também os rolamentos da biela foram  reconfigurados. O coletor do sistema de escape de quatro fluxos é definitivamente novo por forma a atender aos requisitos do Euro 5. 

Com todas essas medidas, o motor de cabeças continua a produzir 208 cv dos seus 988 cc a 13.000 rpm e ficou ligeiramente melhor com 116 Nm de binário a 11.000 rpm. Toda a sua potência chega ao comando final por meio de uma caixa de velocidades reforçada com o novo Quickshifter EAS 3.0.

Optimizar o amortecimento

Não foram necessárias mudanças fundamentais na suspensão semi-ativa da Öhlins. Apenas as configurações e mapas foram otimizados. Assim, a Brutale 1000 RR permanece na frente com a forquilha Öhlins NIX EC com 120 milímetros de curso de mola e barras de 43 milímetro, mantendo-se atrás com o monoamortecedor TTX assento no braço oscilante de um único lado, também com 120 milímetros de curso da mola. O conhecido sistema de travões com pinças Stylema da Brembo e a interligação do quadro com a eletrónica, é assegurada pelo novo ABS sensível à inclinação da Continental na forma do sistema MK-100.

Significativamente mais eletrónica

O novo ABS é alimentado por um igualmente novo sensor de aceleração, o IMU (Inertial Measurement Unit), que, além do ABS nas curvas, também controla o controle de levantamento da roda da frente, o controlo de tração e controle de partida. O novo sistema de bordo é complementado por um painel TFT colorido com tela de 5 polegadas. Ele vem com um rastreador Mobisat e pode ser conectado ao smartphone via aplicativo Bluetooth.

Preço e cores 2021

Existem duas cores para escolher para o modelo de 2021. O clássico FireRed / Matt Metallic / Dark Grey ou o Matt Metallic Aviation Gray / Metallica Dark / Fluorescent Yellow de alto contraste. Os preços começam a partir de 32.300€. 

Ficha Técnica

MOTOR

Tipo: 4 cilindros em linha, 4 tempos, 16 válvulas DOHC com refrigeração líquida

Cilindrada: 998 cc

Diâmetro x curso: 79 mm x 50,9 mm

Taxa de compressão: 13.4:1

Arranque: Eléctrico

Potência máxima: 153,0 kW (208 CV) às 13.000 r.p.m.

Binário máximo: 116,5 Nm (11,9 kgm) às 11.000 r.p.m.

Alimentação: Sistema de injecção MVICS 2.1 com oito injectores (4 injectores de combustível inferiores por Mikuni + 4 injectores de combustível superiores por Magneti Marelli com aumento do fluxo de combustível. ECU Eldor Nemo 2.1

TRANSMISSÃO

Transmissão: caixa de de 6 velocidades tipo cassete; Quick Shift – mudanças rápidas electrónicas MV EAS 3.0 de duas vias (para cima e para baixo); Controlo de tracção com 8 níveis + desligado e controlo de rodas com plataforma de inércia

Embraiagem: Multidisco com dispositivo limitador de torque traseiro e montagem da bomba radial/alavanca Brembo

Transmissão: caixa de de seis velocidades tipo cassete

Transmissão final: por corrente

CICLÍSTICA

Quadro: Treliça tubular em aço CrMo 

Material das placas giratórias do braço oscilante traseiro

Suspensão dianteira: Forquilha Öhlins Nix EC com barras de 43 mm, bainhas hidráulicas invertidas com tratamento superficial TiN; ajustável com compressão controlada electronicamente e amortecimento de ressalto com pré-carga de mola controlada manualmente, curso de mola de 120 mm

Suspensão traseira: monoamortecedor Öhlins EC TTX, absorvente de choques progressivo e único, completamente ajustável com compressão controlada electronicamente e amortecimento de ressalto e pré-carga de mola, ligado ao monobraço de liga de alumínio, curso de mola de 120 mm

Travão dianteiro: disco flutuante duplo com Ø 320 mm (Ø 12,6 in.) de diâmetro, com disco de travão em aço e flange em alumínio – Bomba radial Brembo/montagem de nível; pinça de travão dianteira Brembo Stylema tipo radial, peça única com 4 pistões Ø 30 mm (Ø 1,18 in.)

Travão traseiro: disco único de aço com Ø 220 mm (Ø 8,66 in.) dia.- Bomba de travão Brembo PS13; pinça Brembo com 2 pistões; Sistema ABS Continental MK100 com RLM (Rear Wheel Lift-up Mitigation) e com função de curva

Amortecedor de direcção: Öhlins EC com modos de ajuste manual electrónico e automático

DIMENSÕES, PESO E CAPACIDADES

Comprimento x Largura; 2,080 mm x 805 mm 

Distância entre eixos: 1.415 mm

Altura do assento: 845 mm 

Rodas (Fr./Tr.): 120/70 – ZR 17 M/C (58 W) / 200/55 – ZR 17 M/C (78 W)

Peso a seco: 186 kg

Capacidade do depósito de combustível: 16 l

Padrão ambiental: Euro 5

CORES, PREÇO E DISPONIBILIDADE

Cores: FireRed / Matt Metallic / Dark Grey ou Matt Metallic Aviation Gray / Metallica Dark / Fluorescent Yellow

Garantia: 3 anos sem limite de quilometragem

Preço: a partir de 32.300€

Disponibilidade: Imediata  

Concorrentes

DUCATI STREETFIGHTER

Potência 208 CV / Peso 201 Kg c/ combustível / Preço 20.345€

KAWASAKI Z H2

Potência 200 CV / Peso n.d.* / Preço 18.390€

*Peso não declarado

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x