Zontes U 125, uma apelativa naked abaixo dos 3.000 euros

By on 13 Agosto, 2020

A ZONTES VAI EM BREVE CHEGAR AO MERCADO DAS MOTOS DE 125CC COM MARCHAS COM ESTA APETECÍVEL U 125, UMA DESPORTIVA NAKED QUE DEVERÁ TER UM PREÇO ABAIXO DOS 3.000 EUROS, SEM ABRIR MÃO DO ABS E DA QUALIDADE NOS ACABAMENTOS.

A Zontes entra no mercado das motos de 125 que podem ser conduzidas com a carta A1 ou a carta de carro com mais de três anos de experiência, com esta U 125, uma moto desportiva, de aparência impecável e com um preço de 2.995 euros (estimativa).

Com ainda pouco tempo de mercado, a Zontes tem na gama uma grandes protagonista como é o caso da sua adventue T 310, que tem um preço de arromba em Portugal: 4.188 euros!

Neste novo modelo a Zontes aproveita bem a economia de escala e na mesma base tem todos os modelos da gama, algo que certamente acontecerá com a 125 começando com esta U 125 que tem um preço que coloca em xeque o que oferece a sua concorrência mais direta.

No caso do Zontes U 125 o motor está completamente mudado e, claro, já aprovado para o Euro 5. O motor monocilíndrico de quatro tempos de 4 válvulas, tem dupla árvore de cames, refrigeração líquida, alimentação por injeção eletrónica Bosch, sendo assistido por uma caixa de 6 velocidades. A embraiagem é do tipo anti-ressalto, um elemento muito incomum na categoria 125, o que fará com que a roda traseira nunca tende a travar se soltarmos a embraiagem abruptamente.

A potência da Zontes U 125 está quase no limite do que é permitido para ser conduzida com a carta A1 ou B, com uns não desprezíveis 14,6 cv.

A iluminação é completamente LED, com duas faixas dianteiras verticais que fazem as funções da iluminação diurna tipo DRL.

O sistema de chave é por aproximação e todas as funções de travamento ou contato com a moto podem ser feitas através dos controles que encontraremos no guiador. Além disso, a abertura do depósito de combustível é do tipo “remoto”, bem como o assento separado para acessar a bateria, caixa de fusível e um pequeno espaço para guardar um cadeado anti-roubo.

Os travões de disco sobre ambas as rodas, têm um diâmetro considerável na roda dianteira e ABS de dois canais.

Garfo invertido e braço oscilante de alumínio

O garfo frontal da Zontes U 125 é do tipo invertido. Atrás do braço assimétrico e do tipo “banana” é feito de fundição de alumínio, que permite localizar a saída do tipo silenciador aparado e lateral. O quadro também é composto por uma estrutura rígida de berço único, que dá uma aparência ultra-rígida ao conjunto.

A cauda é ultra-curta com um assento que parece estar suspenso na roda traseira. A barbatana traseira tem que ser ajustada à roda traseira para evitar os respingos quase inevitáveis que marcam esses desenhos minimalistas. Por fora a moto tem um visual aprazivel e muito gerenciável que lembra a sua irmã mais velha R 310.

Como já a Zontes nos acostumou, a instrumentação não deixa espaço para nenhum mostrador convencional. Tudo nela é eletrónico e digital, com uma tela cheia de informações como o número de rotações com a zona vermelha a partir de 10.000 rotações, nível de combustível, indicador de engrenagem, temperatura do refrigerante, tempo de relógio, voltímetro e conta-quilómetros total e parciais.

Dois modos de condução: Sport e Económico

A Zontes U 125 tem dois modos de operação do motor, sport (S) e económico (E), que nos permitirão até mesmo procurar mais versatilidade para este pequeno motor de 125cc.

Não sabemos ainda quando a U 125 chega ao nosso mercado, mas pode ter pela sua frente um futuro promissor. Pelo menos, estilo não falta!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments