Mercado: Menos 9 milhões de unidades vendidas a nível global!

By on 24 Setembro, 2020

AS VENDAS DE MOTOS EM TODO O MUNDO CAÍRAM 27,9% NOS PRIMEIROS OITO MESES DE 2020, EM RESULTADO DA PANDEMIA DO COVID-19. NA RECUPERAÇÃO, A EUROPA VAI À FRENTE!

Não é preciso ser um especialista do setor para reconhecer que a crise pandémica global do COVID-19 teve um grande efeito na indústria de motos, mas esse impacto pode agora ser representado em número, e é grande: 9.000.000 de unidades! Foi essa a quebra em número de unidades comercializadas a nível global nos oito primeiros meses deste ano – cerca de dois terços menos que no mesmo período de 2019.

Só nos dois meses de confinamento desde março, com o movimento limitado e muitas empresas forçadas a fechar, as vendas mensais de motos caíram mais de 90% em alguns países.

No entanto, isto não significa que um pequeno número de motociclos, scooters e ciclomotores não encontrou novos donos, com 21,9 milhões de unidades vendidas em todo o mundo até ao final de agosto. Mas, a verdade é que a atual pandemia gerou um tombo enorme de 29,7% por comparação a igual período de 2019, com os quatro primeiros meses de 2020 a terem uma caída de 42,2% no número de novos veículos registados.

A recuperação do Verão

No entanto, a recuperação nos últimos meses de verão proporcionou uma recuperação bem-vinda com as vendas de agosto a subir 9% globalmente – o primeiro aumento desde fevereiro – que, pelos nossos cálculos, pode vir a limitar os danos do ano entre 10-15% até janeiro de 2021.

Mesmo assim, isso não é garantido, uma vez que vários países começam a lidar com os efeitos do semi-confinamento provocado por um crescimento renovado nos casos de COVID-19. Além disso, a Índia – o maior mercado mundial de motos – é considerada a nação mais afetada a partir de hoje, e os efeitos na sua indústria de motos espelham-se numa queda de 37,4% até ao presente. Se comparamos isto com a China – a fonte do surto, mas o país que melhor está a lidar com o mesmo – que teve uma quebra de apenas 4,1% na produção durante o ano, a situação na Índia é muito complicada.  

O cenário Europeu

Já na Europa as coisas não estão tão más como parecem à primeira vista. Com os bons resultados obtido durante o Verão, o ‘velho continente’  começa a equilibrar os balanços de vendas, com uma queda limitada a um declínio de 4,7% após oito meses, embora se preveja que no período de Outono/Inverno se veja a crescente recuperação diminuir.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments