MITT 400 GPR – Desportiva para a Carta A2

By on 10 Agosto, 2020

SE REALMENTE O QUE PROCURA É UMA MOTO DESPORTIVA DE DOIS CILINDROS PARA A CARTA A2, A MITT 400 GPR PODE SER A SOLUÇÃO CERTA, POR UM PREÇO CONTIDO DE 4.690 EUROS. 

“A nova moto desportiva com a melhor relação qualidade/preço do mercado”. Assim é anunciada a MITT 400 GPR, uma nova desportiva com linhas muito atraentes, iluminação 100% LED, um motor potente e doseável e um preço muito contido.

A MITT é uma marca de motos fundada pela Jets Marivent que possui uma gama de motos de todos os estilos e várias scooters de 50, 125 e 300 cc. A mais recente novidade é a 400 GPR, uma moto desportiva orientada 100% para o mercado da Carta A2 e com um motor de dois cilindros que torna a sua condução muito mais emocionante e a mecânica mais durável.

A GPR MITT 400 tem o maior motor desta marca europeia, com valores de 41 cv a 9.000 rotações em termos de potência e 33,5 Nm a 6.500 em termos de binário. O motor de dois cilindros de 378cc com injeção de Delphi e cabeças de cilindro de quatro válvulas é o grande responsável por esses valores. A caixa de seis velocidades é bem dimensionada para que possa fazer a sua primeira incursão no mundo da condução desportiva, mas também para lhe dar um uso mais turístico e introdução ao mundo das moto.

Suspensão dianteira com muitas opções de ajuste

A MITT quis enfatizar a natureza desportiva da 400 GPR, dotando-a com um garfo dianteiro do tipo invertido com 120 mm de curso e ajustável em duas posições, compressão e extensão, facilmente regulável numa roleta que encontra em cima de cada bainha. Dessa forma, facilmente se muda o comportamento da moto para uso normal ou mais desportivo.

No trem traseiro temos um amortecedor com bi-eixos na parte central com regulação apenas na pré-carga da mola.

Os travões da MITT 400 GPR têm dois discos dianteiros de 299 mm de diâmetro com pinças de perfil radial. Na traseira, a travagem é confiada a um disco de 240 mm com pinça de pistão duplo oposto. O equipamento é completo com um avançado sistema ABS dual-channel.

O quadro consiste numa estrutura tubular tipo “treliça” com tubos de diâmetro generoso para garantir a rigidez do conjunto que une o subquadro e o braço oscilante por meio de uma placa de aço, formando assim uma estrutura mista.

O braço oscilante é feito de alumínio, os pneus foram confiados ao especialista da CST, que neste caso fornece uns radiais desportivos de última geração que oferecem muita aderência e tração.

Ideal para iniciação

Uma moto para a Carta A2 é uma moto projetada para aprender. Apesar do ‘toque desportivo’ do GPR MITT 400, a moto foi projetada para não ser nem um pouco exigente quando se trata de conduzir, e também para uso diário. A filosofia típica da MITT tenta combinar no mesmo forte caráter do produto, capacidades práticas como o depósito de gasolina, que com 13,5 litros de capacidade garante uma boa autonomia.

A GPR MITT 400 oferece uma carenagem integral, atraente. de linhas afiadas e uma cúpula curta, de estilo muito desportivo.

Toda a iluminação é LED e isso contribui para o caráter estético sofisticado, concentrado principalmente na frente, onde tiras de LED em ambos os faróis funcionam como uma luz diurna (DRL).

A instrumentação é realmente desportiva e combina com o conta-rotações analógico um display digital que informa a velocidade e a mudança engrenada, para que fique ciente das rotações do motor sem ter que tirar os olhos da estrada.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments