MV Agusta Brutale 800 RR e Dragster 800 RR com embraiagem SCS e novas cores

By on 31 Julho, 2020

A MV AGUSTA ALARGOU A UTILIZAÇÁO DO SISTEMA DE EMBRAIAGEM (REKLUSE SCS 2.0), DESENVOLVIDO NA TURISMO VELOCE, ÀS ROADSTERS BRUTAL 800 RR E DRAGSTER 800 RR. NOVAS CORES ACOMPANHAM ESSA EVOLUÇÃO.

A MV Agusta lançou o seu SCS (Smart Clutch System) na Turismo Veloce de 2018. Em termos práticos, trata-se de um sistema de embraiagem semiautomática do Tipo Rekluse (originalmente dos EUA), muito semelhante ao utilizado em motos de enduro. Os componentes abrangidos, são os discos e bandejas adicionais que estão dentro da embraiagem, acompanhados de “masselotes” centrífugas que têm a dupla função de limpar as impurezas existentes e facilitar o escoamento do ar nos componentes em questão.

Com este sistema, ao acionar-se a alavanca de embraiagem para engatar a primeira marcha, a caixa passa a atuar em multiplicação e desmultiplicação com a electrónica.

Ou seja, deixa de ser necessário acionar a manete de embraiagem e pode-se parar na terceira marcha, por exemplo, sem o motor desligar, recomeçando de novo a marcha. Contudo, deve se ter  cuidado, porque este tipo de tensão mecânica na embraiagem fará com que esta tenha tendência a aquecer. O melhor é procurar sempre a primeira velocidade, antes de uma paragem.  

A MV Agusta optou por alargar este sistema à Brutale 800 RR e o Dragster 800 RR, sobretudo para facilitar o uso em viagens diárias e urbanas a condutores menos experientes, e também por uma questão de maior comodidade. Uma mudança bastante lógica, sobretudo depois do sucesso deste sistema na Turismo Veloce SCS, e uma alteração técnica que até hoje foi muito pouco utilizada em motos de caráter urbano.

Como pode constatar pelas fotos, as cores também evoluem ligeiramente, mantendo tons profundos, como a MV Agusta muito bem sabe fazer.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!