Racer X: a moto mais louca que provavelmente nunca viu, nem sequer imaginou

By on 24 Julho, 2020

IMAGINE QUE TINHA A IDEIA DE CRIAR UMA MOTO, E ANTES DO FAZER, PEGASSE NO LIVRO DAS REGRAS DE DESENVOLVIMENTO E O JOGASSE PELA JANELA FORA, PARTINDO DO ZERO, SEM QUALQUER IDEIA PRÉ-CONCEBIDA. QUE MOTO DAI RESULTARIA?

Na maioria dos casos, as motos elétricas possuem uma silhueta muito semelhante às motos movidas a gasolina, preservam o formato do depósito de combustível, por exemplo, e muitas têm o motor montado no local convencional e os sistemas de acionamento são todos variações de soluções conhecidas.

Mas e se você quisesse ‘quebrar as regras’, projetar e construir uma moto elétrica sem limites? Achamos que seria mais ou menos assim, a moto elétrica Racer-X construída por Mark Atkinson.

A moto é uma maravilha emoldurada em alumínio, encorpada em carbono, sem cubos, e é alimentada por um sistema de arranque, em tudo semelhante a uma moto para bater o recorde de velocidade terrestre. A moto surgiu depois que Atkinson conversou com os engenheiros de uma empresa de motos elétricas, agora falida por causa do Covid-19. Atkinson viu a oportunidade de construir uma moto elétrica que pudesse evitar todas as armadilhas convencionais de uma moto elétrica moderna.

Falando ao BikeExif,Atkinson explica o inovador mecanismo de direção da máquina. “O sistema faz girar os dois braços dianteiros da X que atuam na roda dianteira. A caixa de direção é então montada em dois rolamentos lineares na sólida seção traseira, e um amortecedor permite que toda a moto seja suspensa sem afetar a direção”.

“Há um pequeno controle de joystick montado no lado esquerdo do punho de mão. Funciona bem, mas vou modificar o programa para ser um pouco mais progressivo.”

Embora esta moto possa não ser a mais convencional ou confortável do planeta, o que não podemos negar é que a moto é, em última análise, triunfante na sua busca de parecer.

A grande questão é esta: poderá conduzi-la algum dia?

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments