Scoop: Husqvarna Vitpilen 1301 ‘apanhada’ em testes

By on 12 Janeiro, 2022

A Husqvarna já tinha em desenvolvimento um protótipo da Vitpilen 1301 em 2016, mas apesar da moto ter merecido muita atenção na altura, a verdade é que o projecto dessa neo-retro permaneceu durante muito tempo em silêncio. No entanto, há novidades sobre a irmã maior das Vitpilen.

 De acordo com imagens e informações veículadas na RideApart e noutras publicações, aquela que será a maior das Vitpilen foi surpreendida em testes realizados na Europa, contúdo, existem diferenças para o protótipo original. Enquanto este mostrava fortes influencias da linguagem de design das outras Vitpilen, agora na moto observada alguns dos seus componentes estão muito próximos da conhecida 1290 Super Duke, da KTM.

É verdade que continua a apresentar o mesmo farol circular e futurista , no entanto percebe-se pelas imagens que recebeu um novo sub-quadro, assim como um maciço monobraço oscilante, sendo esses dois elemendo muitos semelhantes aos da hiper-naked austriaca. No entanto, parece ficarem por aí as diferenças…

Há quem argumente que a Vitpilen 1301, é apenas mais uma versão musculada da 1290 Super Duke, mas observando-a com atenção percebe-se o seu perfil claramente neo-retro, assim como outros pormenores exteriores distintos da Super Duke… Ou seja, podemos esperar algo de bastante diferente, tal como aconteceu com a recente Husqvarna Norden 901, que também tomou a base estrutural da KTM 890 Adevnture mas seguiu um caminho próprio no design.

Ou seja, caso esta nova Vitpilen siga o mesmo caminho da Norden, deverá ter o carácter premium que o Grupo Pierer Mobility tanto gosta de ter nos seus modelos da Husqvarna, mas que combinado com o excelente e potente motor V-Twin LC8, pode muito bem resultar numa receita explosiva para o mercado… Uma coisa é certa, pode ser uma carta tirada do baralho – ao que parece com algum atraso! – para dar luta à streetfighter Diavel da Ducati.

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Lgvafonso
Lgvafonso
8 dias atrás

Boa tarde,
Um preciosismo relativamente ao texto, uma vez que certamente se trata de um lapso.
Escrevem: “sendo esses dois elemendo muitos semelhantes aos da hiper-naked austriaca. No entanto, parece ficarem por aí as diferenças…”
Ora, se são dois elementos muito semelhantes, como podem ficar por aí as diferenças?
E ainda outro pormenor, como podem dizer que esta moto vem para dar luta à streetfighter Diavel da Ducati?
Agora a Diavel passou a streetfighter? Apaguem só “Diavel” do texto e fica tudo certo 😉