Veremos uma Flat Tracker 650 da Royal Enfield em breve ? Seguramente…

By on 30 Abril, 2020

Temos vindo a assistir a uma enorme expansão da gama da Royal Enfield sobretudo desde que apresentou a sua primeira verdadeira Adventure a Himalayan e mais recentemente os dois modelos que utilizam o novo motor bicilíndrico de 650 cc, a Continental GT e a Interceptor.

Neste processo de expansão o fabricante Indiano teve a preocupação de ir buscar técnicos conceituados que pudessem acrescentar conhecimento e experiência, assim como fiabilidade e desempenho aos seus novos modelos. Foi precisamente com esse objectivo que a Royal Enfield decidiu adquirir  há cerca de 4 anos atrás a famosa firma Britânica, Harris Performance, conhecida pelo fabrico de componentes para a competição desde os anos 70, sobretudo pelos seus quadros de alta performance que chegaram a montar todo tipo de motores.

A Harris Performance foi já responsável pelo desenvolvimento dos quadros da Himalayan e das mais recentes 650cc , a Continental GT e a Interceptor. Mais recentemente, em estreita colaboração com o Departamento Técnico da Royal Enfield em Leicestester UK, a Harris Performance desenvolveu uma interessante preparação de uma Flat Tracker com motor bicilíndrico de 650cc que nos leva a pensar que estará para breve a apresentação de um novo modelo comercial nesse segmento.

Vimos últimamente marcas como a norte-americana Indian Motorcycle ir precisamente explorar o segmento Flat Track com a sua FTR inspirada na competição onde participou durante anos disputando provas lado a lado com a sua rival Harley-Davidson.

O sector das preparações tem também sido propulsor dos estilos retro onde as Bobbers, as Racers e as Trackers são os mais populares numa combinação de linhas vintage e componentes actuais e tecnologicamente evoluídos. A preparação levada a cabo pela Harris Performance desta Tracker com motor Royal Enfield de 650 cc reflete precisamente esse conceito. Um quadro artesanal feito em tubo de aço soldado à maneira tradicional da Harris é a base desta magnífica preparação. Um quadro que revela toda a experiência e conhecimento da Harris em competição e que permite uma série de ajustes na sua geometria.

Na ciclística deste preparação Tracker a Harris utilizou componentes de topo como sejam as suspensões Ohlins  de 41mm e amortecdor traseiro também OhlinsTTX36.  As rodas tradicionais de 19” à frente e atrás da competição Flat Track são RSD e montam pneus Dunlop DTR. O travão traseiro é Brembo com pinça de 2 pistons e tradicionalmente também as Trackers de competição não montam travão dianteiro.

O motor bicilíndrico da 650cc da Royal Enfield foi preparado pela empresa norte-americana S&S Cycle , empresa que colaborou de início no desenvolvimento do mesmo. O escape foi também desenvolvido pela S&S Cycle que trabalhou ao nível da unidade electrónica ECU para que tudo estivesse perfeitamente sintonizado.

A parte estética e restantes componentes foram desenhados e produzidos pelo próprio departamento Técnico da Royal Enfield no UK para os quais apostou na utilização de fibra de carbono. Os moldes foram criados em 3D e as peças produzidas em carbono directamente nos mesmos. Finalmente o depósito de combustível foi fabricado em alumínio e integrado na própria estrutura do quadro.

A moto foi apresentada obviamente como protótipo no último Salão em Milão e pensa-se que poderá estar na base de um eventual desenvolvimento de um novo modelo comercial para a gama 2021.

Paralelamente têm decorrido testes em circuito Flat Track  que revelam intenção da marca em entrar na muito disputada competição norte-americana onde neste momento reinam as FTR750 da Indian Motorcycle mas não é certo que o venham a fazer, sobretudo este ano dado o revés causado pela pandemia Covid-19.

Outra iniciativa que revela o interesse da Royal Enfield no estilo Flat Track foi também o lançamento de um desafio competitivo dirigido a 4 preparadoras/piloto, Melissa Paris, Andrea Lothrop, Lana MacNaughton e Jillian Deschenes para com base no modelo Interceptor 650 preparem uma Flat Track que iria competir numa prova especialmente destinada a pilotos do sexo feminino, a Build Train Race, no circuito norte-americano Dizie Speedway. A prova foi infelizmente adiada devido ao confinamento global exigido mas as motos foram minuciosamente preparadas e estão a aguardar nova “bandeirada” de partida.

Andrea Lothrop / Piloto e proprietária da Garagem Moto Revere

Jillian Deschenes / Piloto Flat Track

Lana McNaughton / Fotógrafo e apaixonada pelas motos

Melissa Paris / Piloto de Velocidade

Veremos então se todo este investimento que a marca Royal Enfield tem vindo a a realizar na concepção de motos do estilo Flat Tracker traz ou não um projecto comercial consigo. Na nossa opinião faz todo o sentido até porque a avaliar pelas preparações agora realizadas e se o modelo final vier a ter inspiração nas mesmas, poderá vir a ter um enorme sucesso comercial.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!