Covid19: Contentores de motos bloqueados nos portos da China

By on 19 Agosto, 2021

Há muitos fabricantes que lutam para transportar motos para os concessionários na Europa, principalmente os asiáticos, que embarcam por mar e que deram de cara com a “escassez de contentores”, isto depois dos problemas com os semicondutores ‘retidos’ no Canal do Suez…

Na semana passada, um terminal de contentores no porto de Ningbo-Zhoushan, na China, foi fechado devido à Covid19. A notícia não encontrou muito eco, exceto na imprensa económica. Ningbo é o maior porto do mundo em volume de mercadorias em trânsito. E a indústria de motos também está a pagar pela crise dos contentores, com alguns modelos de diferentes fabricantes a atrasarem-se no caminho para os stands.

Porto de Xangai

O problema é que, com a pandemia de Covid, um forte desequilíbrio foi criado no comércio transoceânico. Na verdade, as exportações da China para o mundo ocidental aumentaram dramaticamente, enquanto as importações diminuíram. Isso fez com que uma grande quantidade de contentores vazios permanecessem armazenados nos portos europeus e norte-americanos, a ponto de hoje as empresas chinesas pagarem pela viagem de regresso dos contentores vazios.

Depois do problemas com os semicondutores no Canal do Suez, o resultado é uma crise mundial que não dá sinais de estar resolvida. E isso, de fato, é ainda mais agravado pelo fato da China estar a colocar os portos em quarentena, resultando em tempos de espera mais longos para as motos chegarem aos concessionários, e custos crescentes.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments