EICMA 2021, Italjet: Dragster 125/200cc e o conceito Urban SuperBike

By on 30 Novembro, 2021

A Italjet revelou e anunciou no EICMA a chegada da nova Drasgster 125/200 até ao final do ano. A novidade foi recebida com entusiasmo por muitos, graças às suas características distintivas e inéditas, design e estilo.

Na Exposição Internacional de Duas Rodas (EICMA), o histórico fabricante de motos de Bolonha confirmou que a produção da nova Dragster, sucessora do modelo icónico que fez história no segmento de scooters desportivas durante a década de 1990, está em processo há mais de um mês. As primeiras entregas estão previstas para dezembro de 2021.

A nova Dragster, apelidada de “Urban SuperBike”, é um veículo pouco convencional com um estilo hiper-desportivo e um design totalmente personalizado que apela à tecnologia. Pensada e criada para quem não quer abrir mão do prazer de uma condução desportiva, mesmo em scooter, é um concentrado de tecnologia, um veículo ideal para quem quer se destacar na complexa malha urbana.

A Urban SuperBike da Italjet, adota como espinha dorsal uma estrutura de treliça de tubo de aço integrada com placas de alumínio fundido e o Sistema de Direção Independente (ISS) patenteado, equipada com um novo monobraço de alumínio forjado.

A Dragster está equipada com motores monocilíndricos a 4 tempos com refrigeração líquida de 125 e 200 cc. O motor DOHC twin-cam, como quatro válvulas e alimentado por injeção eletrónica Magneti Marelli, fornece cerca de 10 kW (13 cv) na cilindrada de 125cc e 13 kW (18 cv) na versão de 200cc, estando ambos os motores aprovados para o Euro5.

Para as corridas de scooters em kartódromos que foram tão populares na década de 1990, e também para dar mais personalidade à nova Dragster, a linha Power Parts nasceu para aumentar a potência e o desempenho. Para o fazer, a Italjet contou com os melhores especialistas de renome mundial, como Akrapovič, Malossi, Brembo e Ohlins. Essas peças também permitem que a Dragster 125 atinja os 15 cv e que a versão de 200 cc aumente a potência para mais de 20 cv.

Por exemplo, a Akrapovič – famosa pelos seus sistemas de escape de alto rendimento  usados ​​em todas as categorias, do motocross ao MotoGP – preparou dois sistema de escape para Dragster. Um aprovado para uso em estrada, o outro em versão Racing. Ambos estarão disponíveis a partir de fevereiro de 2022.

Por seu turno a Malossi, empresa bolonhesa com longa tradição no fornecimento de peças especiais para ciclomotores, scooters e motociclos, desenvolveu para a Dragster um kit para melhorar o desempenho da transmissão nos motores 125cc e 200cc. Ambos os kits estarão disponíveis a partir de fevereiro de 2022. Um kit de cilindro de corrida também está em desenvolvimento.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments