Nova Panigale V4 MY 2020 disponível nos concessionários Ducati

By on 22 Janeiro, 2020
  • Evoluída, mais fácil e intuitiva, menos cansativa e ainda mais rápida, a nova Panigale V4 está pronta para entrar em pista
  • Após ter sido confirmada pelo segundo ano consecutivo como a superdesportiva mais vendida do Mundo, a Panigale V4 2020 está disponível nos concessionários Ducati
  • Mais de 450 motos entregues na Europa e nos Estados Unidos

Borgo Panigale (Bolonha, Itália), 20 de janeiro de 2020 – Desde 2018, a data da sua chegada ao mercado, a Panigale V4 estabeleceu novos padrões no segmento das motos superdesportivas, no qual, pelo segundo ano consecutivo, foi a moto mais vendida do Mundo.

A produção da Panigale V4 2020 está em pleno vapor. Cerca de 450 motos foram entregues a concessionários na Europa e Estados Unidos, e nas próximas semanas a nova superdesportiva irá também chegar outros mercados mundiais onde a Ducati está presente.

Para confirmar o sucesso já alcançado por esta joia do estilo e da tecnologia, o feedback e os dados dos clientes e da imprensa especializada foram recolhidos e analisados em Borgo Panigale. Isto permitiu à Ducati construir uma Panigale V4 que é mais fácil, menos cansativa e mais intuitiva de conduzir, resultando numa moto ainda mais rápida perante o cronómetro, com melhoramentos que são tanto mais evidentes quanto menor for a experiência do piloto. Em resumo, é uma moto ainda mais potente e agradável de pilotar para um amador, que, em pista, pode elevar as suas prestações a níveis mais próximos dos de um piloto profissional.

A Panigale V4 está agora equipada com conteúdo retirado da V4 R. Por exemplo, o pacote aerodinâmico (asas, para-brisas, carenagem frontal e laterais mais largas, extratores laterais para o radiador mais eficientes), que proporciona uma melhor proteção aerodinâmica e incrementa a estabilidade geral do veículo, aumentando a confiança.

A atualização fica completa com o quadro Front Frame de rigidez modificada, para oferecer melhores sensações do trem dianteiro em ângulos de inclinação extremos. Para além disto, a moto inclui novas estratégias para o DTC e DQS up/down EVO. Graças à nova estratégia de controlo ‘preditiva’, o Ducati Traction Control (DTC) EVO 2 melhora significativamente o controlo da potência à saída de curva; o Ducati Quick Shift up/down (DQS) EVO 2, por seu lado, reduz o tempo das subidas de caixa, permitindo passagens de caixa mais desportivas em altos regimes (acima das 10.000 rpm) e aumenta a estabilidade ao engrenar mudanças em desacelerações agressivas e em curva. A moto conta ainda com mapas do sistema de Ride by Wire especialmente desenvolvidos com diversas lógicas de entrega de binário.

A Panigale V4 é movida pelo Desmosedici Stradale de 1103 cc (com 42° de inclinação a partir da posição horizontal), um V4 a 90° com distribuição Desmodrómica, um motor único com cambota “contrarrotante” e ordem de ignição Twin Pulse. Este motor disponibiliza 214 cv às 13.000 rpm e um binário de 12,6 kgm às 10.000 rpm, para uma espantosa condução em estrada.


Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!