Ducati Streetfighter V2 / V4 SP 2022: Lutadoras de rua

By on 15 Novembro, 2021

A Streetfighter V2, porta de entrada para o segmento das ‘lutadoras de rua’ de Borgo Panigale, e a topo de gama Streetfighter V4 SP, são dois novos modelos Ducati, ambos derivados da bem-definida “Fight Formula” tão apreciada entre os ducatistas mais exigentes. Estão em extremos opostos, mas no mesmo ring de combate… são rebeldes por natureza e desafiam qualquer intruso que se lhes oponha!

DUCATI STREEFIGHTER V2

CONFORTO E EFICÁCIA APRIMURADA

A Streetfighter V2 é a porta de entrada no segmento streefighter da Ducati. Elegância, agilidade e forma compactas, são argumentos de peso da nova naked desportiva, que anuncia 153 cv de potência e fica um degrau abaixo da brutal Streetfighter V4.

A tecnologia da mais ‘pequena’ Streetfighter provém em grande parte da Panigale V2, enquanto o design corresponde maioritariamente à Streefighter V4. A nova Streetfighter V2 procura satisfazer a necessidade dos motociclistas que procuram uma moto capaz de combinar o ADN desportivo da Panigale V2 com uma atitude e o estilo da admirada Streetfighter. O resultado é uma moto intuitiva e fácil de conduzir, com uma dose de potência para garantir uma performance cheia de garra e a máxima diversão de condução.

178 kg e 153 cv

O peso a seco anunciado é de 178 kg e o motor é o Superquadro de 955 cc, controlado por um pacote eletrónico de última geração. O dois cilindros em conformidade com o Euro 5 é especificado na Streetfighter com 153 cv às 10.750 voltas e 101,5 Nm às 9.000 rpm. A única mudança na movimentação em comparação com a Panigale diz respeito à relação final, que foi encurtada para 15/45. Este valor garante um maior binário à roda na estrada, ao mesmo tempo que oferece uma melhor resposta do motor ao reabrir do acelerador.

Sobre o comportamento do motor Superquadro, quem melhor que o piloto de testes oficial da Ducati, Alessandra Valia, para comentar: “O Superquadro é um motor extraordinariamente elástico, com um alongamento e uma sonoridade entusiasmante”.

Para manter a Streetfighter V2 absolutamente estável direcionalmente, o monobraço foi alongado em 16 milímetros. Com um ângulo da cabeça de direção e caster que também foi ajustado, a distância entre eixos aumenta para 1.465 milímetros. O conforto também não foi esquecido. O assento é mais largo e com espessura aumentada, está agora a um altura de 845 milímetros do solo e sobre ele o condutor agarra-se a um guiador alto e largo de alumínio. Os apoios de pés também foram reposicionados.

Um novo sub-quadro traseiro de alumínio leva em consideração a posição do assento completamente alterada. Há ainda a sublinhar, as novas configurações básicas para a forquilha invertida Showa BPF-USD com bainhas de 43 mm, e o amortecedor traseiro Sachs por forma a garantirem um pouco mais de conforto ao conduzir… ou deveremos dizer… pilotar!

No entanto, a sua ampla faixa de regulações, também permite uma configuração desportiva. As rodas de 5 raios da Streetfighter V2 são equipadas com pneus Pirelli Diablo Corsa IV nas dimensões 120/70 17 e 180 / 60-17 como equipamento original. O sistema de travagem foi assumido completamente da Panigale, e de igual forma o arsenal eletrónico completo em torno da IMU de seis eixos, mas com parâmetros adaptados à Streetfighter.

A nova Streetfighter V2 é uma moto decarácter essencial, com um design responsável aguçado , característicos os elementos estilísticos do Streetfighter V4, a começar pela distintiva ótica, que recorda as típicas DRL das Ducati desportivas e é inspirada pelo famoso sorriso do Joker.

O conceito de design por detrás deste novo modelo é criado em torno da mecânica herdada da Panigale V2, com o motor Superquadro como elemento portante. A ergonomia tem características principais muito focadas no condutor e no uso em estrada, com os valores acrescidos do carácter desportivo e do conforto.

O pacote de eletrónica inclui: ABS Cornering EVO com função “slide by Brake”, Ducati Traction Control (DTC) EVO 2, Ducati Wheelie Control (DWC) EVO, Ducati Quick Shift up / down (DQS) EVO 2, Controle de Freio Motor ( EBC) EVO. A Streetfighter V2 conta com três diferentes Modos de Condução (Sport, Road, Wet) com definições de controlo específicas. O equipamento eletrónico pode ser incrementado por uma gama de acessórios disponível no catálogo Ducati Performance: Ducati Data Analyzer (DDA + GPS) e Ducati Multimedia System.

A moto está equipada com óticas full-LED com DRL frontal e um painel de instrumentos com tela full-TFT de 4.3 ”, um painel com uma interface intuitiva com um ar de família para um Streetfighter V4.

A Streetfighter V2 está disponível nos Vendedores Autorizados Ducati a partir do final de dezembro próximo, em Ducati Red com jantes negras.

PREÇO: A partir de 17.345€

DUCATI STREETFIGHTER V4 SP

NO TOPO DA PERFORMANCE

Ao lado da nova V2 está a topo de gama Streetfighter V4 SP, que é na prática uma versão numerada e marcada com a lendária abreviação “SP” (que significa Sport Production), com pintura especial “Winter test”, preta com depósito de alumínio escovado e número impresso a laser no guiador desta Hyper-Naked com motor V4.

A nova Streetfighter V4 SP é combina na perfeição a “Fight Formula” com as especificações “SP”, aumento ainda mais em relação peso / potência da Streetfighter V4 S, que já se encontrava no topo da sua categoria, tornando a moto ainda mais eficaz em pista.

196 kg e 208 cv

A Streetfighter V4 SP vem com um equipamento premium derivado da Superleggera V4, bem como um peso contido: 196 kg em ordem de marcha (3 kg a menos em comparação com um V4 s). A alma desta moto é o motor Desmosedici Stradale de 1103 cc, com 208 cv às 13.000 rpm e capaz de entregar um binário de 123 Nm às 9.500 rpm (cumprindo a norma Euro 5). Na Streetfighter V4 SP, o motor Desmosedici Stradale tem montada uma embraiagem a seco STM-EVO SBK, que precisa uma melhor função deslizante, mesmo nas reduções mais agressivas, bem como uma maior fluidez em todas as fases “off-throttle”, um aspeto crucial para ser eficaz em pista ao rodar nos limites.

O quadro monocoque de alumínio, a suspensão Semi-activa inteiramente da Ohlins e os travões Brembo (discos de 330 mm) são outros argumentos de peso. A SP, no entanto, ao contrário da S, tem molas e sistema hidráulico idênticos aos da Panigale V4, com a única diferença sendo uma pré-carga reduzida de 11 mm para 6 mm no garfo. A eletrónica é muito completa , incluindo controle de tração, mapas do motor, ABS Cornering, Slide Control, Wheelie Control, Engine Break e quickshifter bidirecional, entre outras coisas.

O cativante esquema de cor “Winter Test” foi concebido pela Ducati Centro Stile, indo buscar inspiração às motos da Ducati Corse pilotadas nos testes de pré-temporada nos campeonatos de MotoGP e SBK. O Matt Black das carenagens combinado com o acabamento Matt Carbono das jantes e asas, faz um contraste sóbrio com os vivos detalhes em vermelho e o depósito brilhante em alumínio escovado.

Além da estética, é reconhecida pela versão padrão especialmente para os raios bipartidos de carbono de 5 raios (-1,4 kg), as pinças Brembo Stylema R e a bomba de travão MCS (Multiple Click System, para ajustar a distância da alavanca na velocidade), além da espetacular embraiagem seca STM EVO SBK com função anti-ressalto. A capacidade de travagem permite de acordo com a marca agora uma mais fácil inserção em curva, chegando mais rapidamente ao ápex, para não mencionar a maior estabilidade a velocidades altas. Em termos de amortecimentos a nova Streetfighter V4 SP vem munida do sistema de suspensões Öhlins Smart EC 2.0, que pode variar o amortecimento de acordo com o estilo de condução e que, em conjunto com as asas biplano, aumenta a confiança e asseguram um melhor desempenho em uso desportivo.

O equipamento desta moto único é enriquecido pelos poisa-pés em alumínio e maquinados em CNC, o guarda-lamas dianteiro em carbono, a bateria de iões de lítio e uma gama de acessórios indicados para “track days”, tais como uma tampa da embraiagem aberta e as tampas para a remoção do suporte da placa de matrícula.

A Streetfighter V4 SP em configuração monoposto e no esquema de cores Winter Test estará disponível nos Vendedores Autorizados Ducati a partir de março de 2022.

PREÇO: A partir de 32.245€

GALERIA

DUCATI STREETFIGHTER V2

GALERIA

DUCATI STREEFIGHTER V4 SP

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments