KTM 450 SMR – Pronta a rugir no regresso às pistas

By on 8 Setembro, 2020

A KTM 450 SMR DE 2021 É UMA EXPRESSÃO PURA DO SLOGAN READY TO RACE, SAINDO DIRECTAMENTE DO CONCESSIONÁRIO COM UMA CONFIGURAÇÃO DE SÉRIE DE ALTO DESEMPENHO QUE FARÁ AS SUAS MÃOS TREMEREM POR CAUSA DA ACELERAÇÃO.

Passou demasiado tempo desde a última vez que vimos a derrapar esta Supermoto de 450cc, razão pela qual a KTM decidiu que é tempo de renovar o seu pedigree neste segmento. A firma austríaca quis preencher a lacuna deixada pela “ausência” de uma moto de corrida da sua equipa, e teve o maior cuidado em produzir uma nova versão da sua KTM 450 SMR para os pilotos mais “esfomeados” de circuito.

MOTOR: 63 CV COM CAIXA DA PANKL

O coração da KTM 450 SMR 2021 é o mesmo motor de 450 cc que tornou a KTM 450 SX-F numa arma temível nas corridas de motocross e supercross. A última geração da tecnologia de motores a 4 tempos da marca, desenvolve uma potência de 63 cv com um peso ligeiramente superior a 27 kg. O motor foi meticulosamente posicionado no chassis com o objectivo de enfatizar a centralização da massa: os pilotos de Supermoto, profissionais e amadores, exigem a máxima sensação de condução e contacto com a estrada, com a capacidade de manejar o KTM 450 SMR à sua vontade.

Por baixo da cabeça de cilindro SOHC está um cilindro leve de alumínio de 95mm, que aloja um pistão de 320g, que por sua vez bombeia toneladas de torque, enquanto a cambota estrategicamente posicionada é outro ponto-chave para a centralização de massa da moto. O rolamento da cabeça da biela contribui para longos intervalos de manutenção de 100 horas.

Aproveitar toda a potência do motor é possível graças a uma caixa de 5 velocidades da PANKL Racing Systems, dotada com um avançado sensor da marcha engrenada, que permite utilizar mapas específicos do motor para cada mudança. Uma embraiagem (deslizante) anti-ressalto da Suter vem como equipamento de série para melhorar a estabilidade da roda traseira – um componente essencial para os fãs e profissionais de Supermoto.

CICLÍSTICA: COMPROMISSO DE AGILIDADE E ESTABILIDADE

A entrega de potência da moto é mantida em ordem por um quadro especial de aço cromado de molibdénio, soldado por um robô para garantir precisão e qualidade. As características de torção e flexão foram optimizadas, tendo em mente o uso e a finalidade da KTM 450 SMR de não desapontar os seus pilotos. Mas, de facto, ficarão entusiasmados desde as primeiras voltas.

A estabilidade em linha recta para maximizar a aderência e a aceleração é complementada por uma grande sensação de agilidade que proporciona uma confiança tranquilizadora na condução. A parte ciclística é robusta mas leve, e o leve  subquadro traseiro de alumínio (pesa apenas 900 gramas) é largamente responsável por isso. O quadro incorpora uma coluna de direcção com um desvio de 16 mm através de placas de direcção maquinadas equipadas com suportes de guiador de três vias. O braço oscilante fundido é outro componente de peso pluma, permitindo o ajuste da distância entre eixos para optimizar o desempenho em qualquer circuito.

AMORTECIMENTO E TRAVAGEM

As barras de direcção suportam um garfo dianteiro de 48 mm WP Air Suspension XACT, equipado com tecnologia AER que separa as funções de amortecimento e um sistema de válvulas intermédio que melhora muito o desempenho do garfo.

Os pilotos de Supermoto necessitam de uma ligação máxima ao asfalto, mas também de reações fiáveis a choques e condições variáveis em secções fora de estrada, pelo que o amortecedor traseiro compacto e leve WP Suspension XACT é um componente valioso e totalmente ajustável.

Os 266 mm de curso da roda traseira (285 mm à frente) fazem parte de um conjunto Supermoto específico, no qual o sistema de ligação e a geometria da suspensão traseira trazem à frente a maneabilidade e facilidade de condução.

A potência de travagem é outro factor essencial para a KTM 450 SMR que contou com a colaboração inigualável da BREMBO, com a cedência de componentes de ponta, tais como um compasso de 4 pistões de montagem radial e uma bomba radial para transmitir o controlo necessário do disco dianteiro flutuante de 310 mm; a isto junta-se a fiabilidade de um disco traseiro de 220 mm. Com todas estas especificações técnicas, equilíbrio, confiança e diversão de travagem ilimitada estão mais do que garantidos.

EQUIPAMENTO DE TOPO

A KTM sabe que os detalhes podem fazer toda a diferença no comportamento de qualquer moto e os engenheiros do departamento de I&D queriam que a KTM 450 SMR tivesse um impacto à primeira vista.

O radiador é feito de alumínio robusto e concebido utilizando tecnologia de dinâmica de fluidos computacional para a máxima eficiência. Este componente também foi alojado na moto tendo em mente a centralização de massas. Um corpo de injecção Keihin de 44mm significa que a delicada resposta do acelerador pode ser tomada como certa, enquanto o sofisticado sistema de gestão do motor da Keihin, adapta a resposta às necessidades pessoais do condutor para o mapeamento, controlo de saída e controlo de tração.

Uma caixa de filtro de ar especificamente concebida ajuda o motor a gerar a resposta rápida mas enérgica que o condutor precisa. O depósito de combustível é de 7 litros (com o tubo de combustível localizado mais para dentro da moto e protegido de danos). As leves jantes 16,5/17 ALPINA Supermoto fornecem a força necessária ao solo, sendo esse trabalho  completado por pneus Bridgestone sem câmara, pegajosos e escorregadios. O toque final em termos de estética é dado por plásticos finos adequados à competição e uma decoração que está actualizada com o primeiro ano da nova década.

O preço desta moto é de 10.919 euros, com IVA incluído.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments