Marcas: Benelli, uma história incontornável no motociclismo

By on 8 Setembro, 2021

Por ocasião do seu 110º aniversário, decorre de 13 a 19 de setembro a Benelli Bike Week em Pesaro (Itália), evento que vai comemorar a marca fundada por seis irmãos, que a partir de uma pequena oficina tornaram a sua marca lendária e célebre em todo o mundo.

Organizada pelo Registro Storico Benelli, o Motoclub Tonino Benelli e Benelli QJ, a Benelli Week 2021 decorre durante uma semana, de 13 a 19 de setembro em Pesaro – cidade berço da Benelli – culminando com um passeio  ao longo do caminho panorâmico até o Mar Adriático. 

BENELLI 175 GRAN SPORT – 1929

Num curto resumo, podemos dizer que a bela história deste fabricante começou no início do Séc. XX, quando em 1911 a marca foi fundada pelos seis irmãos Benelli, Giuseppe, Giovanni, Filippo, Francesco, Domenico e Antonio – também conhecido como “Tonino” – em Pesaro. 

A sua mãe, a viúva Maria Teresa Benelli, investiu as economias da família na construção de uma oficina para garantir o futuro dos filhos. Inicialmente, os irmãos produziam peças de reposição para automóveis e motos, mas tinham um objetivo bem maior: construir motos! 

Em 1919, o primeiro motor estava pronto, um motor de dois tempos de 75 cc que foi integrado ao quadro de uma bicicleta. Em 1921 apareceu a primeira verdadeira moto da Benelli, a “Velomotore” – uma motociclo de turismo ligeiro com 100 cc, que também foi vendido numa versão desportiva de 125cc.

Uma lenda das pistas!

ESTREIA DA BENELLI BIALBERO, A PRIMEIRA 250CC CONSTRUÍDA EM PESARO (1950)

Em 1923 seguiu-se uma versão de 150 cc, com a qual Tonino Benelli iniciou uma série de vitórias em corridas. Em 1927, Giuseppe Benelli projetou uma moto com um motor de 175 cc a quatro tempos, já com árvores de cames à cabeça e que debitava 6,28 cavalos de potência. Tonino Benelli comemorou vários triunfos no motociclismo com uma versão de pista dessa icónica 175 Sport.

BENELLI 175 SPORT

Entre outras coisas, foi campeão italiano em 1927, 1928, 1930 e 1931; mais tarde o piloto britânico Ted Mellors venceria o TT da Ilha de Man em 1939 com a Benelli 250 Twin Cam. 

DARIO AMBROSINO COM A 250 TWIN CAM, O PRIMEIRO TÍTULO MUNDIAL

Com uma versão atualizada da 250 Twin Cam, Dario Ambrosini iria conseguir o primeiro título mundial da Benelli em 1950. Com a fama definitivamente instalada nas motos desportivas de Pesaro, na década de 1960, Renzo Pasolini trilhava novamente um caminho de sucesso com as Benelli, impondo-se em 1968 como vice-campeão mundial na classe 350 cúbica e vencendo em simultâneo o campeonato italiano nas classes 250 e 350. 

RENZO PASOLINI, DOIS TÍTULOS EM ITÁLIA E O SEGUNDO TÍTULO MUNDIAL DA BENELLI

Por fim, o australiano Kelvin Carruthers conquistou o segundo título mundial para a Benelli no campeonato do mundo de 250 cc em 1969.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments