Yamaha converte um motor Toyota V8 para hidrogénio

By on 21 Fevereiro, 2022

A Yamaha Motor está a aproximar-se de parceiros japoneses para ampliar as suas capacidades nas energias alternativas. O fabricante japonês respondeu ao pedido da Toyota para converter um motor a gasolina de alto rendimento ao hidrogénio. A ideia de perpetuar a existência do clássico motor não elétrico, parece ter resultado.

A Toyota Motor Corporation que é um parceiro de longa data da Yamaha, fez um pedido à marca dos diapasões para desenvolver um motor V8 de 5 litros para automóveis, totalmente alimentado a hidrogénio. No Japão, a Toyota e outras empresas do setor automóvel, estão prestes a iniciar um esforço colaborativo para expandir a gama de opções de combustível para motores de combustão interna.

“O motor de combustão interna é muito especial para nós”

“Estamos a trabalhar para atingir a neutralidade carbónica até 2050”, explicou Yoshihiro Hidaka, presidente da Yamaha Motor. “Ao mesmo tempo, a palavra “Motor” está no nome da nossa empresa, o que reforça a nossa forte paixão e nível de compromisso com o motor de combustão interna.”

Em novembro do ano passado, as cinco empresas Kawasaki Heavy Industries, Subaru Corporation, Toyota Motor Corporation, Mazda Motor Corporation e Yamaha Motor anunciaram em conjunto que iriam iniciar um trabalho para o desenvolvimento de investigações sobre as vias possíveis para expandir a gama de opções de combustível para os motores de combustão interna na busca pela neutralidade carbónica.

E, nessa altura, foi revelado ao público o motor a hidrogénio V8 acima mostrado, desenvolvido pela Yamaha para a Toyota. A unidade baseia-se no motor de 5 litros do coupé desportivo de luxo Lexus RC F, com modificações feitas nos injetores, nas cabeças de cilindro, no coletor de admissão e muito mais, e oferece até 450 cv às 6800 rpm, com um binário máximo de 540 Nm às 3600 rpm.

“Os motores a hidrogénio contam com o potencial da neutralidade de carbono, ao mesmo tempo que mantém viva a paixão pelo motor de combustão interna”, afirmou o Presidente Hidaka na apresentação. “Para além de alargar o número de parceiros, a associação a empresas com diferentes culturas empresariais e áreas de especialização é a forma como queremos liderar neste caminho para o futuro.”

“Será mantido o conceito Kanno Seino, sinónimo de sensualidade ou performance emocionante”

Takeshi Yamada, da Secção de Desenvolvimento de Automóveis do Centro de Investigação e Desenvolvimento Técnico, é membro da equipa de desenvolvimento de motores a hidrogénio e começou a perceber o grande potencial do grupo motopropulsor à medida que o projeto avançava.

“Comecei a perceber que os motores que utilizam apenas hidrogénio como combustível tinham características de performance muito divertidas e fáceis de utilizar”, explica. “Os motores a hidrogénio proporcionam uma sensação agradável inata que facilita a sua utilização, mesmo sem recorrer a ajudas eletrónicas à condução. Todos os que testaram o protótipo mostraram-se algo céticos, mas no final saíram do automóvel com um grande sorriso. Ao constatar esta reação, comecei a acreditar no enorme potencial das características exclusivas dos motores a hidrogénio, em vez de tratá-lo como um simples substituto dos motores a gasolina.”

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments