Segway Apex H2: Mais próxima da realidade

By on 16 Novembro, 2021

Com a exibição de uma unidade real da Apex H2, a Segway reafirma a  intenção de colocar no mercado esta moto elétrica movida a célula de combustível de hidrogénio, antes do final de 2023.

Em abril a Ninebot apresentou a Segway Apex H2, um protótipo de moto elétrica movido a uma célula a combustível de hidrogénio que parecia ser simplesmente um exercício de imaginação. No entanto, apesar de essa tecnologia estar longe de ser viável devido à escassez de pontos de abastecimento, a empresa chinesa continua com a sua ideia e continua com o projeto.

Os engenheiros da Segway preservaram neste protótipo as características radicais do conceito que surpreendeu há alguns meses atrás. Permanecem  os elementos mais radicais, como os depósito de armazenamento de hidrogénio ou o guiador que obriga a uma posição de condução extremamente aerodinâmica. Foi mantida também a geometria do braço oscilante duplo de amortecedor único para as suspensões dianteira e traseira.

No entanto, ao contrário do primeiro protótipo, os pneus, montados em aros totalmente carenados, agora oferecem uma banda de rodagem orientada para a estrada que substitui os slicks encontrados nos primeiros esboços da Apex H2. Certamente um pequeno detalhe que é praticamente a única diferença óbvia entre o conceito e o protótipo.

A Segway mantém seu plano de lançar o Apex H2 antes do final de 2023 com especificações que prometem alto desempenho. Os 60 kW (80 CV) de potência e uma velocidade máxima de 150 km / h são mantidos . A marca  garante que será capaz de acelerar de 0 a 100 km / h em apenas quatro segundos. Um facto fundamental que até agora não foi revelado é a autonomia que poderá oferecer a cada reabastecimento de hidrogénio, embora esta tecnologia normalmente ofereça gamas semelhantes às que existem nos veículos de combustão. Em vez desses dados, a Segway optou por relatar seu consumo médio, que chega a um grama de hidrogénio por quilómetro .

Apesar da tecnologia avançada, design premium e custos envolvidos no seu desenvolvimento, a Segway tem nos seus planos vender a Apex H2 a um preço muito competitivo pelo que oferece, uma vez que anunciou que na China custará apenas 69.999 yuans, aproximadamente 9.400 euros . Embora este seja um preço muito mais baixo do que temos que pagar por muitas das motos elétricas mais competitivas, a falta de uma infraestrutura de reabastecimento de hidrogénio funcional continua a ser  o grande obstáculo à sua venda.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments