Voxan Wattman: um recorde para Max Biaggi bater

By on 19 Julho, 2020

SETE ANOS APÓS A APRESENTAÇÃO DE UM PROTÓTIPO ELÉTRICO NO SALÃO DE PARIS DE 2013, A VOXAN ESTÁ MAIS UMA VEZ A EMERGIR DE UMA LONGA LETARGIA. A ÚLTIMA ‘LOUCURA’ É UM PROTÓTIPO ELÉTRICO PARA BATER UM RECORDE DO MUNDO NO SALAR D’UYUNI… PILOTADO POR MAX BIAGGI!

Exatamente daqui a 1 ano, a francesa Voxan vai tentar bater um recorde do mundo de velocidade em modo cem por cento elétrico! O desafio, começou com uma folha em branco e o trabalho de design entregue a Sacha Lakic, o mesmo que desenhou a Voxan Roadster de 1995, a Black Magic de 2003, e o primeiro protótipo Wattman, em 2013.

Um recorde para bater: 339 km/h

O foco está agora na melhoria da resistência ao ar (aerodinâmica) e no aumento da estabilidade a alta velocidade, com o objetivo de quebrar o recorde até hoje detido por Ryuji Tsuruta, que com um protótipo MOBITEC EV-02A alcançou os 339 km/h numa moto elétrica.

Trabalhos importantes também foram feitos no túnel de vento. “Conseguimos fazer cálculos aerodinâmicos de/até mais de 240 km/h, o que nos permitiu coletar muitas informações”, explica Franck Baldet.Acima dessa velocidade estamos um pouco no campo do desconhecido, mas os nossos testes de pista, bem como as milhares de simulações em computador que fomos capazes de fazer, trouxeram-nos outras lições. Numa pista com aderência muito baixa, o menor desvio pode ter consequências muito importantes na estabilidade. É por isso que o design e o perfil aerodinâmico da moto são tão importantes.”

431 CV para 300 kg!

A suspensão dianteira da Voxan Wattman é de duplo braço em vez de um garfo telescópico clássico, enquanto o chassis é composto de aço aeronáutico, as jantes em alumínio e a carenagem em carbono. Não existe travão na frente e o arrefecimento é feito por carbo-gelo (gaz carbónico comprimido para o estado sólido, gelo seco que não cria água derretida), contido num tanque alojado sob a sela.

A bateria foi projetada na Universidade de Ohio e desenvolve 431 CV (317 kW) com um peso de apenas 140 kg. A autonomia não deverá ser importante neste caso, mas sim a potência no arranque.

Para o desenvolvimento do motor elétrico, a Voxan contou com a experiência da casa-mãe Venturi, uma empresa especialmente empenhada na Fórmula E. O peso total da moto anunciado é de 300 kg. Esta máquina 100% monegasca será equipada com pneus franceses Michelin Pilot RS para esta tentativa de recorde. O piloto será italiano e bem conhecido, já que se trata de Max Biaggi, um ex-campeão do mundo com uma carreira imaculada nas SBK e MotoGP.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments