A Ducati fecha até 25 de março para reorganizar as linhas de produção

By on 18 Março, 2020
  • O fabricante de Borgo Panigale prolonga o fecho da fábrica até 25 de março de 2020 para implementar medidas de segurança nas linhas de produção, tal como indicado nos novos protocolos regulamentares.
  • No entanto, todos os serviços de apoio aos nossos clientes estão garantidos, antes de mais o fornecimento de peças de substituição.
  • Claudio Domenicali: “Estou orgulhoso do modo com as pessoas na Ducati estão a enfrentar este momento de difícil de emergência sanitária, respeitando as diretivas e seguindo as instruções recebidas.”

Borgo Panigale (Bolonha), 16 de março de 2020 – A Ducati decide prolongar o fecho das suas linhas de produção até ao próximo dia 25 de março, inclusive.

Desde o início da emergência sanitária em Itália, na segunda-feira 24 de fevereiro, a Ducati adotou uma importante série de medidas para limitar a probabilidade do vírus se disseminar na fábrica de Borgo Panigale, de um modo atempado e antecipando-se a disposições posteriores. As mais importantes foram a medição da temperatura a cada pessoa que entrava na fábrica, viagens limitadas ao estritamente necessário, forte impulso do teletrabalho, reuniões com redução de participantes e distância entre eles, refeitório com procedimentos especiais e revisão de turnos para reduzir contactos próximos entre as pessoas.

Apesar de tudo isto, a Ducati já tinha decidido suspender a produção desde 13 a 18 de março, inclusive, de modo a implementar uma série de trabalhos e ações nas linhas de montagem, para aumentar ainda mais o nível de segurança dos trabalhadores e introduzir um programa de trabalho multi-turnos para reduzir a metade o número de pessoas na linha de montagem ao mesmo tempo.

O adiamento da reabertura para 25 de março foi necessário para assegurar o total cumprimento das novas diretrizes (protocolo estabelecido a 14 de março), que irá requerer mais alguns dias de trabalho e modificações nas estruturas.

Por outro lado, todas as atividades relacionadas com o desenvolvimento de novos produtos e apoio ao mercado continuam, em concordância com as linhas de conduta contra a disseminação do vírus, fazendo uso intensivo das tecnologias de teletrabalho.

“Estou orgulhoso do modo como os trabalhadores da Ducati estão a enfrentar este momento difícil para o nosso país. – afirmou Claudio Domenicali, CEO da Ducati Motor Holding – Os meus agradecimentos para todos aqueles que, numa base diária e mesmo numa situação difícil como esta, estão a confirmar o grande valor de uma força de trabalho unida, coesa, mas também sensível e atenta. Para eles, para a sua segurança, medidas e escolhas como as que estamos a fazer são necessárias e devidas. No entanto, todos os serviços de apoio para os nossos clientes estão garantidos, antes de mais nada o fornecimento de peças de substituição. Queremos reassegurar os Ducatisti e os nossos concessionários por todo o Mundo: estamos a organizar-nos para estar prontos para recomeçar e, mesmo neste período, não faltaremos com o nosso apoio”.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!